terça-feira, 11 de agosto de 2009

Preocupada com a evolução da gripe A, a Associação comercial e industrial de Maringá (ACIM), resolveu mudar o horário de funcionamento do comércio varejista e das industrias, visando prevenção contra a gripe A. Os informações você confere aqui.

VENCEU ONTEM ALVARÁ DA EMPRESA PAJOAN

O comentário é um só, venceu ontem o alvará concedido pela prefeitura de Sarandi a empresa Pajoan, dona de um aterro sanitário que foi terceirizado pela administração Cido Spada, para a coleta de resíduos na cidade. Todos são sabedores que a tal empresa, esta negociando a vinda de 300 toneladas dia de lixo de Maringá, sendo que a negociação envolve muito dinheiro, dando-nos a nítida impressão que, muita gente esta se beneficiando com a vinda deste lixo.
Agora,a administração do município fica a pergunta, este alvará será renovado, ou uma atitude digna de respeito aos municípes será tomada, para impedir a vinda destes resíduos que certamente irão contaminar o nosso lençol freático.

PADRASTO CONFESSA QUE MATOU A MENINA STEFANI DE 10 ANOS EM CAMPO MOURÃO

Alexsandro da Silva, (30 anos) se apresentou nesta segunda-feira (10) na delegacia de Peabiru e confirmou que estuprou e matou Stefani de 10 anos de idade. Em seu depoimento, Alexsandro, contou que a menina se "insinuava" para ele. A COLUNA DO ELY obteve a informação que o acusado já foi transferido para Campo Mourão.Stefani Bianca Ferreira, foi sepultada por volta das 16 horas desta segunda-feira no cemitério municipal de Campo Mourão. Um grande número de pessoas compareceu ao sepultamento. O corpo foi velado em um salão na Vila Cândida, grande Lar Paraná, bairro onde mora a avó de Stefanie.O corpo dela foi encontrado domingo pela manhã em uma lavoura. A menina estava desaparecida desde a manhã de sexta-feira de sua residência no jardim Cidade Nova. Por volta das 7 e 30 da manhã ela saiu para comprar pão em um mercadinho próximo da casa. Ela chegou a retornar com os pães que foram deixados sobre à mesa. A mãe encontrou a porta aberta e não viu mais a filha. A menina estava seminua. A criança foi estuprada e morta por estrangulamento. A mãe trabalha na Tyson Foods (antiga Frangobrás) e o padrasto foi funcionário da Metalnorte. Depois de matar, foi à TV com a foto da menina pedir ajudaO segurança de eventos, Alexandro da Silva, que confessou ter matado Stefanie, 10 anos, (VEJA REPORTAGEM COMPLETA LOGO ABAIXO EM ÚLTIMAS NOTÍCIAS), esteve na sexta-feira à tarde no programa do apresentador Ricardo Borges, poucas horas depois do crime. Ao lado da esposa e com a foto da criança não mão ele clamou pelo paradeiro da filha. A COLUNA DO ELY conversou com uma pessoa que acompanhou Alexandro até a TV Carajás. “O interessante é que eu percebi que o Alex estava calmo enquanto a mãe desesperada. Ele foi muito frio, como ter uma calma daquela no mesmo dia em que tinha estuprado e matado a menina”, comentou. “Nós acreditamos nele. Como pode uma pessoa fazer isso e ainda levar a foto da menina na televisão e pedir para alguém encontrar?”. Na noite anterior ele havia trabalhado como segurança em uma casa noturna em Campo Mourão.