Postagens

Mostrando postagens de Maio 7, 2010

DESPACHO DA JUSTIÇA DE SARANDI CONFIRMANDO SUSPENSÃO DE MANDATO POLÍTICO

Fase: 07/05/2010 - RELAÇÃO Nº 0019/2010 IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA-288/2007-MINISTERIO PUBLICO DO ESTADO DO PARANA x L. MENEGATTI E CIA. LTDA e outros- ante o despacho de fl. 709 e verso: " I - Recebo as contrarrazões de fls. 673/685, apresentadas pelo Ministério Público. II - Coloquem-se em ordem as fls. 533/534. III - Deixo de receber o apelo adesivo de fls. 638/653, primeiramente porque o recurso principal foi manejado pelo Ministério Público, contra a parte da sentença que julgou improcedente a pretensão em relação a outros réus (que não os apelantes adesivos). Em segundo lugar, os mesmos apelantes adesivos já haviam apresentado, antes, uma apelação própria, a qual foi julgada deserta pela decisão de fl. 635. Por fim, ainda que cabível fosse o apelo adesivo na hipótese, certo é que foi apresentado completamente fora do prazo, que teve início em 15.03.2010, pois do teor do despacho de fl. 549 também foi intimado o Dr. Jonias de O. e Silva (procurador dos apelantes adesivos), c…

OUÇA JORNAL BANDA 1 AS 11 HORAS COM VALDIR COSTA NA BANDA 1 AM 1090

SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO DO PARANÁ DIZ QUE GOVERNO NÃO TEM DINHEIRO PARA CONSTRUIR ESCOLA EM SARANDI

De acordo com a diretoria da Associação de moradores do Alvamar 2 em Sarandi, foi decepcionante o encontro que tiveram nesta quinta-feira (6), com a equipe do governador Orlando Pessuti em Maringá.

A representante da associação de moradores do Alvamar 2 Neide, disse que a secretária de Educação do Estado Yvelise Freitas Arco-Verde, afirmou que o estado tem dinheiro para construir escola em Sarandi.


Ela disse também que alguns assessores do governador diziam, que a população de Sarandi tem que aprender votar, e que a administração tem que ter força política junto ao governo.

Ouça a entrevista com a Neide e Edimilsom presidente da Associação do Alvamar 2.

PROTESTO CONTRA A CORRUPÇÃO

Um grupo de cerca de 200 manifestantes participou ontem de novo protesto contra a corrupção na Assembleia Legislativa.

O grupo  comandado por representantes de movimentos sociais, sindical e estudantil recebeu o reforço de integrantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Fetraf)  Região Sul  que percorreram o Centro Cívico, até a sede da Assembleia  no início da tarde desta  quinta-feira (6).

Os manifestantes estavam  portanto faixas e gritando slogans que pediam a punição dos envolvidos no escândalo dos funcionários “fantasmas” do Legislativo.