sexta-feira, 18 de junho de 2010

Gleisi Hoffmann em Sarandi

Na noite desta quinta-feira (17),os membros do PT (Partido dos trabalhadores), estiveram reunidos na Câmara municipal de vereadores de Sarandi, e na oportunidade recepcionaram a pré-candidata ao Senado Gleisi Hoffmann e o deputado estadual Enio Verri.

Em entrevista a este repórter, ela falou sobre as últimas conversas em torno de coligações e preparativos para as eleições.


Ouça a entrevista

Homem é preso, acusado de estuprar a própria mãe

Giuliano Neto Gaspar Corrêa, de 24 anos, foi preso, na manhã desta quinta-feira (17), acusado de estuprar a própria mãe, em Balneário de Ipanema, no município de Pontal do Paraná, no Litoral do estado.

O rapaz foi denunciado pela própria vítima, de 54 anos. Em depoimento, bastante abalada e constrangida pelo fato, a mulher contou que há três meses vinha sendo violentada pelo filho.

Segundo o delegado José Antonio Zuba de Oliva, no ato da prisão, o acusado confessou o crime e não demonstrou quaisquer sinais de arrependimento. “Ele confirmou os estupros com uma frieza que impressionou toda a nossa equipe. Em 25 anos de profissão, é a primeira vez que veja uma monstruosidade dessas”, disse o delegado.

A vítima foi submetida a exame de ato libidinoso, no Instituto Médico Legal (IML), cujo resultado deve ficar pronto em dez dias. Entretanto, de acordo com o delegado, exame preliminar realizado pelo médico do instituto apontou que houve conjunção carnal.

Corrêa foi preso em flagrante também por tráfico de entorpecentes, porque os policiais encontraram um pé de maconha na casa onde ele morava. Segundo o delegado, em depoimento, ele confirmou ser usuário de drogas e de álcool.

O acusado está detido em uma cela provisória na delegacia de Ipanema, enquanto aguarda transferência para um presídio na capital. “Ele precisa ficar isolado dos demais presos, porque correrá risco se for posto em cela comum”, avaliou o delegado.

A vítima disse aos policiais que protelou para apresentar a denúncia, porque acreditava que o filho parasse de cometer a violência. Entretanto, a mulher passou a temer que o rapaz a matasse.



Morre mulher que "ressuscitou" em necrotério

A aposentada Divacir Cordeiro dos Santos, de 60 anos, que na quarta-feira foi encontrada com vida no necrotério do Hospital Geral do Estado (HGE), morreu nesta quinta-feira (17). A informação foi confirmada pela Secretaria de Saúde do Estado de Alagoas. Segundo o legista diretor do Instituto Médico Legal, Gerson Odilon, ontem ela apresentou um quadro de catalepsia que foi confundido com óbito.

A paciente chegou ao HGE com um quadro clínico de dispnéia (falta de ar), além de sinais de acidente vascular cerebral (AVC), no final da tarde de terça-feira. No dia seguinte, sem sinais vitais aparentes, ela foi dada como morta e levada ao necrotério.

Duas horas depois dos exames que constataram o óbito, ela apresentou "movimentos, inicialmente com espasmos pós-morte, mas chamou a atenção a frequência elevada por volta das 5h30", explicou o hospital em nota divulgada na quarta-feira. Depois de novos exames, constatou-se que ela estava viva e a mulher voltou a ser internada no hospital.

O legista afirmou que "é muito raro acontecer casos de catalepsia". Segundo ele, que foi ouvido pela Agência Alagoas, nesse processo há um comprometimento de origem neurológica, onde os batimentos cardíacos e respiração persistem, mas não são percebidos. A crise pode ocorrer devido um surto psicótico, esquizofrênico, de origem congênita, devido o alcoolismo e até mesmo um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

De acordo com o especialista, há casos em que a pessoa está escutando e ouvindo. Gerson Odilon diz que o surto pode durar alguns minutos, como também horas e até dias.

Ficha Limpa vale para candidatos condenados antes de junho

Acabou a discussão. A Justiça decidiu: os candidatos condenados por crimes graves antes da publicação da Lei da Ficha Limpa não podem concorrer nas eleições deste ano.

Foi uma conquista histórica. Os candidatos com processo em que ainda cabe recurso também estão fora da eleição deste ano.

A grande brecha foi criada por causa de uma mudança feita pelo senador Francisco Dornelles. Ele alterou os tempos verbais, colocando em dúvida o alcance da lei. Mas agora o Tribunal Superior Eleitoral deixou tudo claro. Não era uma questão de gramática. O Ficha Limpa vale também para condenações antigas, antes de a lei ter entrado em vigor.


Por seis votos a um, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral decidiram ampliar a Lei da Ficha Limpa. Nas eleições deste ano, não poderão ser candidatos os políticos que tiverem sido condenados. Para a Justiça Eleitoral, vale a data do registro da candidatura. Se neste momento houver condenação, o político não poderá mais concorrer.

A lei torna inelegível o candidato condenado na justiça por um colegiado, um grupo de juízes. Ele pode recorrer da decisão, mas os processos contra ele passam a ser julgados com prioridade.

O político eleito que for condenado pela Justiça fica proibido de se candidatar pelo resto do período de mandato e mais oito anos. Quem renunciar ao mandato para fugir da cassação fica inelegível.

A decisão do tribunal é uma resposta a uma consulta feita pelo deputado Ilderley Cordeiro, do PPS do Acre. Assim que a lei entrou em vigor, na semana passada, surgiu a dúvida se a lei valeria ou não para os políticos que já foram condenados em processos que ainda não foram concluídos.

O prazo final para o registro das candidaturas é no dia 5 de julho. O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante, comemorou a decisão, que inaugura, segundo ele, um novo momento na vida política do Brasil.


Esfaqueamento em Maringá

Uma pessoa com um corte grave no pescoço desmaiou no pátio do McDonalds em Maringá, por volta das 4h30 desta sexta-feira (18).

Segundo informações de funcionários da empresa, Milton César Pereira, 25 anos, chegou ao local para pedir ajuda, mas logo perdeu os sentidos.

O Corpo de Bombeiros foi chamado e levou o ferido para o Hospital Universitário (HU) de Maringá, em estado grave.

O Corpo de Bombeiros acredita que o ferimento no pescoço de Pereira foi feito com uma arma branca, possivelmente uma faca. O fato pode ter acontecido durante uma briga ou um assalto.



Funcionários do McDonalds informaram que nenhuma briga aconteceu no estacionamento ou dentro do restaurante. De acordo com o boletim médico do HU, o quadro do paciente era estável por volta das 8h40 desta sexta-feira.

Osmar Dias adia definição e “novela” ganha mais um capítulo


Depois de prometer que a novela em torno de seu futuro eleitoral chegaria ontem ao fim, o senador Osmar Dias (PDT) voltou a adiar o anúncio. A quinta-feira acabou sendo mais um dia de intensas negociações com tucanos, que querem que o pedetista desista de disputar o governo para apoiar a candidatura de Beto Richa (PSDB), e com petistas e peemedebistas, que ainda sonham em ver o senador na disputa pelo Palácio das Araucárias.

A palavra final de Dias deve sair até amanhã – data da convenção do PSDB que confirmará a candidatura de Richa.
Depois das negociações com PMDB e PT terem evoluído a ponto do governador Orlando Pessuti (PMDB) aceitar abrir mão da candidatura para apoiar Dias, voltaram a crescer na tarde de ontem os rumores sobre um possível acordo com os tucanos, no qual o pedetista disputaria a reeleição.

Segundo informações de bastidores, o acerto incluiria ainda o ex-governador João Elísio Ferraz de Campos, que injetaria recursos na campanha e seria o suplente de Dias.