quarta-feira, 23 de junho de 2010

Corpo de mulher é encontrado em banheiro de empresa

O corpo de uma mulher de 51 anos foi encontrado no banheiro de uma empresa de Palotina, no Oeste do Paraná, na noite desta terça-feira (22), segundo informações, um funcionário teria encontrado Sueli Vendruscolo caída no banheiro, ao lado de um frasco de veneno e uma nota fiscal em seu nome. A polícia foi acionada e o local isolado pelos peritos.

O corpo da mulher foi levado ao Instituto Médico Legal para um exame de necrópsia, a fim de apurar as causas da morte.

Para se livrar de drogas, filho pede para ser preso

Para tentar conter o vício em drogas do filho, uma mãe tentou chamar a atenção das autoridades para interná-lo na Fundação Casa, em Franca, no interior de São Paulo. A trabalhadora rural Ocrésia Miquelini, de 54 anos, fez denúncia anônima, contra ela mesma, de que mantinha o filho adolescente, de 17 anos, acorrentado à cama. Policiais militares foram ao local ontem à tarde e encontraram o jovem preso. O caso foi levado à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), onde mãe e filho confessaram que simularam a situação. O garoto queria voltar para a Fundação Casa, onde esteve internado, para tentar se livrar do vício.

A mãe já havia registrado quatro boletins de ocorrência por agressão contra o filho. Ele passou pela Fundação Casa, estava em liberdade assistida e deveria voltar, pois não cumpriu as determinações judiciais. Na manhã de ontem, o garoto consumiu crack e, alterado, ao ser questionado pela mãe sobre seu comportamento, disse a ela que o amarrasse e chamasse a polícia para ser internado novamente. A ideia era sensibilizar as autoridades pois, há poucas semanas, viram pela televisão que um pai desesperado amarrou o filho usuário de drogas, em Jaboticabal, ficou detido um dia, e o jovem conseguiu ajuda.

O jovem usa maconha e cocaína há cinco anos e crack há dois meses. Ocrésia tem medo que o filho venda mais objetos da casa para sustentar seu vício: ele já vendeu 15 telefones celulares, três bicicletas, televisores e até as próprias roupas.

O caso foi encaminhado à Promotoria da Infância e da Juventude de Franca, que aguarda posição judicial sobre o pedido de internação na Fundação Casa, por três meses, feito há duas semanas. Após o registro da ocorrência e da confissão na DDM, mãe e filho foram liberados. Ambos aguardam uma decisão judicial.

Pesquisa Ibope aponta Dilma com 40% e Serra com 35%

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta (23) em Brasília mostra a candidata do PT, Dilma Rousseff, com 40% das intenções de voto e o candidato do PSDB, José Serra, com 35% na corrida eleitoral pela Presidência da República. Marina Silva (PV) tem 9%, segundo o levantamento, encomendado ao instituto pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

O cenário da pesquisa que apresentou esses resultados é o que inclui somente Dilma, Serra e Marina. No cenário que reúne 12 candidatos, Dilma soma 38,2%, Serra, 32,3% e Marina, 7%.

É a primeira vez que Dilma aparece à frente de Serra numa pesquisa de intenção de voto para presidente. Na pesquisa CNI/Ibope anterior, realizada em março, Serra tinha 38%, Dilma, 33% e Marina, 8%. No início de junho, em outro levantamento do Ibope, divulgado no último dia 5 e feito por encomenda da TV Globo e do jornal “O Estado de S.Paulo”, Dilma e Serra apareciam empatados com 37% das intenções de voto. Marina Silva acumulava 9%.

A margem de erro do levantamento divulgado nesta quarta é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Portanto, Dilma pode ter entre 38% e 42%; Serra, entre 33% e 37%; e Marina, entre 7% e 11%.

Disseram que votarão em branco ou nulo 6% dos entrevistados. Os que responderam que ainda não sabem em quem votar são 10%, segundo o Ibope.

A pesquisa é a primeira realizada após a oficialização das candidaturas de Dilma, Serra e Marina pelas convenções partidárias. O Ibope entrevistou 2.002 eleitores entre os dias 19 e 21 em 140 cidades. A pesquisa está registrada no TSE sob o número 16292/2010.

Humorista do CQC denuncia agressão policial

Nesta quarta-feira (23) o humorista Danilo Gentili, do programa CQC, da rede Bandeirantes, denunciou ter sido agredido por cinco policiais durante gravação em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Gentili faria exame de corpo de delito para comprovar a agressão.


O humorista afirmou que 12 viaturas foram enviadas para prendê-lo na noite desta terça, 22, enquanto ele e uma equipe do programa "CQC" participavam do quadro "Proteste Já" em uma escola próxima a uma área com perigo de desabamento. "12 viaturas pra me prender! Parabéns a toda guarda civil de SBC pela competência!", escreveu ele no Twitter.


Segundo comunicado enviado pela Secretaria de Comunicação de São Bernardo do Campo, o humorista teria desacatado dois oficiais. "A ordem de prisão foi dada após Gentili ofender, inclusive com palavras de baixo calão, aos GCMs". A nota ainda nega a utlização de violência contra Danilo.


No Twitter, o humorista comentou o comunicado: "Tem tudo gravado, e eles afirmam que não houve agressão".

PSDB oferece vice de Serra a Alvaro Dias para segurar Osmar

O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), ligou nesta quarta-feira (23) para o colega e correligionário Alvaro Dias (PR) e avisou que, caso seu irmão Osmar Dias (PDT-PR) aceite o acordo de concorrer ao Senado na chapa do ex-prefeito de Curitiba Beto Richa, as lideranças tucanas tentarão convencer o DEM a conceder a vaga de vice do presidenciável José Serra a ele, Alvaro Dias. Osmar Dias é o nome indicado por sua atual legenda para disputar o governo do Paraná na chapa com PMDB e PT. A decisão precisa ser tomada até amanhã, pouco antes da convenção do PDT neste final de semana, quando deve anunciar sua candidatura.

Os petistas e peemedebistas apresentaram uma contraproposta a Osmar Dias: o governador Orlando Pessuti (PMDB) admitiu retirar sua candidatura e ceder a cadeira ao pedetista, atendendo a conselhos do presidente Lula e da candidata petista Dilma Rousseff, interessados em fortalecer os palanques no Sul do País. Osmar, no entanto, passa a bola aos tucanos e pede a garantia de vice para seu irmão antes que a sua decisão por concorrer ao governo, ou não, seja tomada.

O senador consultou sua direção partidária sobre a possível aliança com o PSDB, sinalizando aos tucanos que desejava realizar a coligação. Já aos petistas, Osmar dizia querer Gleise Hoffmann (PT), mulher do ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, como sua candidata a vice. E o PT quer Hoffmann no Senado.

Guerra já se reuniu nesta quarta com o presidente do DEM, deputado Rodrigo Maia (RJ). Segundo Alvaro Dias, "a questão da vice está sendo equacionada por Serra e PSDB, em conjunto com aliados. Não cabe a ninguém advogar em causa própria". O senador paranaense confirma a ligação de Guerra e oportunamente avisa que será muito difícil não apoiar seu irmão caso ele seja candidato ao governo. Osmar resiste à ideia de abandonar a aliança com PMDB e PT sem a garantia de que Alvaro assumirá a vice de Serra.

O PSDB tenta driblar o DEM e construir uma chapa puro sangue. Guerra, que também já foi cotado para o posto, chegou a recomendar que Alvaro Dias fosse ao lançamento da candidatura de Geraldo Alckmin para o governo de São Paulo neste domingo (13) para "marcar presença ao lado de Serra".

Os tucanos já não esperam por uma aliança com o PP que optou pela neutralidade nacional e afastou assim a possibilidade de colocar o senador Francisco Dornelles (RJ) na vice de Serra. O ex-governador de São Paulo tem declarado que definirá um nome para acompanhá-lo na corrida ao Planalto até o dia 30 deste mês. E o DEM tem reivindicado publicamente a vaga desde quando o ex-governador de Minas Gerais Aécio Neves enterrou a possibilidade de assumir o posto.


Marialva:Palestra abordará “Orientações sobre dependência química”

A Secretaria Municipal de Saúde, Programa das Especificidades e o Projeto Pró-vida, promovem nesta quinta-feira, 24 de junho, a partir das 20:00 horas, na Câmara Municipal de Marialva, a palestra com o tema: “Orientação aos pais sobre dependência química”, com a Psicóloga Heliane R. de Faria e a Assistente Social Creonice Cruz Ito. O evento faz parte da semana internacional de combate às drogas.

Os participantes receberão informações sobre como identificar algumas características nos usuários de droga, como evitar que seu filho adentre ao mundo das drogas e orientações de como conviver e buscar ajuda para o tratamento do dependente químico.

Vacinação contra paralisia infantil é prorrogada por mais uma semana

Os pais que têm filhos menores de cinco anos e que ainda não os vacinaram contra a poliomielite, conhecida popularmente como paralisia infantil, terão até o próximo sábado (26) para vaciná-los. O objetivo é que os municípios que ainda não atingiram a meta de vacinar 95% das crianças continuem a campanha.

“É imprescindível que os pais levem seus filhos, afinal, só assim manteremos a doença longe do Paraná. Apesar da poliomielite estar erradicada, somente com bons índices de vacinação manteremos o Paraná sem casos da doença”, afirmou o secretário da Saúde, Carlos Moreira Junior.

Fala do secretário 

Osmar só deve anunciar candidatura depois que Serra escolher vice

O senador Osmar Dias (PDT) deve esperar a definição do nome do candidato a vice-presidente na chapa encabeçada por José Serra (PSDB) para definir seu futuro político.

A tendência é que, se o irmão Alvaro Dias (PSDB) não for o escolhido para completar a chapa de Serra, Osmar entre na disputa pelo governo do Paraná para encarar Beto Richa (PSDB).

Na hipótese de Alvaro entrar na briga presidencial, Osmar apenas disputará a reeleição.

Hoje, pelo twitter, o pedetista deu indicativo de estar disposto a encarar Richa. “Estou pronto para a disputa. Só falta acertar a aliança”.

De acordo com a imprensa nacional, Serra só deve anunciar sua decisão no próximo dia 30.

Deputado Odilio Balbinoti libera recursos para reforma da praça da catedral em Maringá

Na tarde desta segunda-feira (21), o deputado federal Odilio Balbinoti(PMDB), fez a entrega de recursos ao prefeito de Maringá Silvio Barros(PP), na ordem de 600 mil reais, para a reforma da praça da Catedral.

Eu conversei com o prefeito Silvio Barros e  o deputado Odilio Balbinoti, que comentaram a importância deste recurso para a reforma da praça.



Fala de Silvio Barros.










Fala Balbinoti.

Mulher esfaqueia marido em Ibiporã e é detida

Eliane Fátima Furlan foi presa em flagrante nesta terça-feira (22) em Ibiporã após esfaquear o marido, Everaldo Lisboa, com dois golpes no peito. Ele corre risco de morte. Segundo Eliane, o marido tentou agredí-la, jogando água quente em seu braço.

O homem tem antecedentes criminais e, segundo a esposa, costuma beber e ficar violento. O casal tem dois filhos, de 4 e 5 anos, que não estavam em casa no momento da briga.

Vereadores de Sarandi são contra o corte de horas extras dos servidores

Na sessão da Câmara de vereadores desta segunda-feira (21), o corte das horas extras dos servidores municipais de Sarandi, foi tema de discussão na tribuna daquela casa de leis.

Os vereadores que compõem o legislativo Sarandiense são contrários ao corte das horas extras, que na opinião deles é um complemento nos salários que em muitos casos não passa do salário mínimo.

O vereador Aparecido Bianco do PT, foi um dos vereadores se manifestar contrário aos cortes.

Ouça a entrevista.

Judiciário quer salário de R$ 8 mil para copeiros

Os tribunais superiores do País se propõem a pagar até R$ 8.479,71 a funcionários que têm apenas instrução fundamental e desempenham funções de apoio, como copeiros, contínuos ou operadores de copiadora. O salário inicial é de R$ 3.615,44.

Essa situação será criada pela aprovação do projeto de lei 6.613/2009, de autoria do próprio Judiciário, em tramitação no Congresso. A proposta dá reajuste médio de 56% aos cem mil funcionários do Judiciário. Profissionais de nível técnico poderão ganhar até R$ 18.577,88 e os de nível superior, R$ 33.072,55 - acima do teto do serviço público, que é de R$ 26.723,13.

Os supersalários não constam do projeto, cujo anexo informa apenas o valor do vencimento básico, somado a uma gratificação. Mas o estudo de impacto salarial feito pelo Ministério do Planejamento indica que os contracheques podem dobrar de valor se forem somadas vantagens pessoais.

Em defesa do reajuste, os funcionários do Judiciário argumentam que seus salários estão defasados em relação aos dos colegas do Executivo e do Legislativo. Isso estaria provocando alta rotatividade nos tribunais, "com prejuízos no que se refere à celeridade e à qualidade da prestação jurisdicional", diz a justificativa incluída no projeto. Parecer da área econômica diz o contrário: se os reajustes foram concedidos, os funcionários do nível técnico e auxiliar ganharão mais do que o equivalente no Executivo, o que é inconstitucional.

O projeto foi enviado ao Congresso em dezembro, com a assinatura de todos os presidentes de tribunais superiores. Em maio, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluso, visitou o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), que negou terem discutido o reajuste. A matéria - aprovada pela Comissão de Trabalho da Casa - precisa passar por mais duas comissões. O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, tem dito que não há como pagar o reajuste este ano. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



PDT veta apoio a Richa e Osmar segue indeciso


Lideranças nacionais e locais do PDT, PT e PMDB tiveram ontem mais uma série de reuniões em Brasília, mas não conseguiram chegar a acordo para construção de aliança em torno da possível candidatura do senador Osmar Dias (PDT) ao governo do Estado.

A insistência do pedetista em ter a ex-presidente do PT, Gleisi Hoffmann, como candidata a vice-governadora e não ao Senado continua emperrando o acordo. O grupo esteve, na noite de segunda-feira, na casa do deputado Michel Temer (SP), presidente nacional do PMDB, e se encontrou novamente, uma vez ontem pela manhã e outra à tarde, na sede do PT em Brasília.

De certo, do encontro de ontem, apenas a negativa da direção nacional do PDT ao pedido de autorização do diretório estadual para se coligar com o PSDB.

Depois de conversar com os representantes do PT e PMDB, o principal cacique pedetista, ministro Carlos Lupi, apresentou duas propostas a Osmar Dias. Disputar o governo com um vice indicado pelo PMDB. Nesta hipótese, Gleisi Hoffmann e o ex-governador Roberto Requião (PMDB) seriam candidatos ao Senado.

A segunda possibilidade seria concorrer a reeleição em candidatura avulsa, sem apoio de petistas e peemedebistas. Neste cenário, o governador Orlando Pessuti (PMDB) seria candidato a reeleição com um vice indicado pelo PT, com Gleisi e Requião candidatos ao Senado.