sábado, 24 de julho de 2010

Delegado de polícia de Sarandi fala sobre o aumento da violência

Já estamos na metade do ano,e o número de homicídios chega à 25 até o presente momento em Sarandi.

Para falar sobre este aumento da violência, eu conversei com o delgado de polícia Dr.Maurício de Lima, que comentou sobre a causas destas mortes e também o que a polícia esta fazendo para conter a violência.

Ouça a entrevista.


Dr.Lima também falou sobre uma possível inderdição da cadeia de Sarandi, sugerida pela OAB, devido a superlotação.

Ele disse também que uma nova cadeia deverá ser construida próximo ao Fórum, e ainda afirma que depois de construir a mesma irá se aposentar.

Ouça

Eleições: Richa x Osmar: Datafolha aponta empate técnico

Foi divulgada nesta sexta-feira (23) a primeira pesquisa para o governo do Paraná depois do registro das candidaturas. O levantamento do Datafolha, encomendado pela RPC, mostra o ex-prefeito de Curitiba Beto Richa (PSDB) com 43%, contra 38% do senador Osmar Dias (PDT). Como a margem de erro é de três pontos percentuais, o resultado foi considerado empate técnico.

Paulo Salamuni (PV) teve 1% das intenções de voto. Os demais candidatos não atingiram percentual. Brancos e nulos somam 3% e outros 14% ainda não sabem em quem votar.

O Datafolha ouviu 1.225 pessoas no estado entre terça-feira (20) e hoje (23). O levantamento foi registrado no TRE sob o número 5.158/2010.

Lavrador suspeito de abusar e engravidar a filha 3 vezes é preso

O lavrador José Souza, de 62 anos, foi preso em flagrante nesta sexta-feira, por suspeita de abusar sexualmente e ter três filhos com a filha, em Itabaiana, localizado a 54 km de Aracaju (SE). A filha do lavrador denunciou o pai à delegada da Mulher do município, Juliana Alcoforado. A mulher de 32 anos, grávida de dois meses do pai, contou à delegada que os abusos começaram quando ela tinha 22 anos e ela tem duas filhas - uma de oito e outra de nove - fruto do crime cometido pelo pai.

A mulher do lavrador e mãe da mulher de 32 anos, uma senhora de 70 anos, afirmou que não sabia dos abusos. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de Sergipe, em depoimento na Delegacia da Mulher, a senhora disse que acreditava que as netas poderiam ser de um homem casado, já que a filha nunca revelou a paternidade das meninas.

A delegada explica que a filha era constantemente ameaçada e agredida fisicamente para que o abuso fosse praticado. Segundo a delegada, as crianças ficaram sabendo que são filhas do avô. "Elas chegaram a questionar como um pai fazia isso à filha", disse Juliana. As meninas passarão por tratamento psicológico.

Souza está preso na carceragem da Delegacia da Mulher, em Itabaiana, onde aguardará transferência para um presídio.

Dilma abre 8 pontos à frente de Serra, aponta Vox Populi

Pesquisa realizada pelo instituto Vox Populi e encomendada pela TV Band mostra a candidata do PT à sucessão presidencial, Dilma Rousseff, oito pontos porcentuais à frente de seu principal adversário na disputa, José Serra (PSDB).

Na primeira pesquisa de intenções de voto realizada após o início oficial da campanha eleitoral (6 de julho), Dilma aparece com 41% e Serra, com 33%. A candidata Marina Silva, do PV, tem 8%, e os demais candidatos somaram 1%. O total de votos brancos e nulos é de 4% e 13% não sabem ou não responderam em quem vão votar.

No cenário para segundo turno, Dilma venceria Serra por 46% a 38%. Na pesquisa espontânea, em que os nomes dos candidatos não foram apresentados aos eleitores, Dilma teve 28%, Serra, 21% e Marina, 5%. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que não concorre às eleições, foi citado por 4% dos entrevistados.

O instituto também mediu os índices de rejeição dos candidatos. Na pesquisa, 24% dos entrevistados responderam que não votariam em Serra de forma alguma. Marina tem 20% de rejeição e Dilma, 17%.

Na última pesquisa Vox Populi, divulgada em 29 de junho, Dilma tinha cinco pontos porcentuais a mais que Serra e liderava a disputa eleitoral com 40%, seguida pelo tucano, com 35%, e Marina, com 8% das intenções de voto. O total de votos brancos e nulos era de 5% e 11 % não quiseram ou não souberam responder em que irão votar.

A pesquisa foi realizada com 3.000 eleitores, entre os dias 17 e 20 de julho. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro máxima é de 1,8 ponto porcentual, para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob o protocolo nº 19.920/2010.