segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Promotor pede ao TRE para checar se Tiririca sabe ler

O promotor Maurício Antônio Ribeiro Lopes, da 1º Zona Eleitoral de São Paulo, entrou com duas representações, uma na Procuradoria Regional Eleitoral e outra na Corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, para averiguar se o candidato a deputado federal Tiririca (PR) sabe ler e escrever, como exige a lei.

Reportagem publicada na revista Época desta semana revela indícios de que Francisco Everaldo Oliveira Silva, o Tiririca, não sabe ler nem escrever. Segundo a reportagem, a caligrafia do candidato nos autógrafos distribuídos aos eleitores é diferente da apresentada na declaração entregue ao Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) em que atesta que não é analfabeto.

O promotor utilizou a reportagem como base para suas representações. "Fiquei escandalizado com a notícia de que o candidato pode ser analfabeto, isso é inaceitável", afirma. Lopes acredita que o PR sabe da condição de Tiririca, mas esconde a situação do eleitorado.

Nas duas representações é pedido que Tiririca seja submetido, com máxima urgência, a um teste para comprovar que sabe ler e escrever. O promotor sugere que o candidato seja obrigado a ler um trecho da Constituição Federal e escrever outro, por meio de ditado.

Caso seja constatado que Tiririca é analfabeto, sua candidatura é cassada. Se isso ocorrer antes da eleição, os votos computados a ele serão anulados. Porém, se ocorrer depois da eleição, os votos dele serão computados na sua coligação.

A legislação eleitoral exige que os candidatos apresentem comprovante de escolaridade. Na ausência de um documento, pode ser apresentada uma declaração de próprio punho. A lei prevê que a exigência de alfabetização do candidato pode ser aferida por meio de uma avaliação individual e reservada, caso haja necessidade.

A assessoria de imprensa do TRE-SP confirmou o recebimento da representação e informou que o pedido será analisado na próxima segunda-feira, dia 27.




Paiçandu

Homicídio em Paiçandu

Um homem de 29 anos foi assassinado com dois tiros no rosto na manhã deste domingo no bairro Monte Carmelo, em Paiçandu.

De acordo com a Polícia Militar, moradores do bairro ouviram tiros por volta das 7 horas e quando verificaram encontraram o homem caído na rua. O trabalhador rural Lourival Gomes dos Santos morreu antes de receber qualquer tipo de socorro.

As pessoas que ouviram os tiros afirmam que quando foram verificar o que aconteceu os atiradores já tinham desaparecido.

Sarandi

Três são baleados em Sarandi

Segundo a Polícia Militar de Sarandi, três pessoas foram baleadas em uma tentativa de homicídio na noite deste domingo (26), por volta das 21h30. Um homem encapuzado teria entrado em uma residência na Rua Nova Andradina, no Jardim Santana, chutando a porta, e efetuou vários disparos.

Anderson Fernandes do Nascimento, de 19 anos, foi atingido com um tiro no tórax, dois na perna e um braço. Antônio Ferreira Vasconcelos, de 32 anos, teve ferimentos na mão. Eles estão internados no Hospital Metropolitano de Sarandi em situação estável, sem risco de morte. Um rapaz de 15 anos foi baleado na perna, mas foi encaminhado ao Hospita Santa Casa, em Maringá, onde se encontra em situação estável.

Segundo o soldado André Ribeiro Toledo, do Corpo de Bombeiros, as vítimas disseram, em um primeiro momento, não conhecer o agressor e o motivo do crime.

(Fonte: O Diário)

Mega-Sena

Mega Sena acumula e deve pagar R$ 61 milhões no próximo sorteio

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1217 da Mega Sena, sorteadas neste sábado (25). A previsão para o próximo prêmio, no dia 29, é de R$ 61 milhões. Os números sorteados foram: 05, 11, 15, 28, 43 e 50.
A quina teve 266 acertadores, e cada um vai receber R$ 15.239,05. A quadra teve 16.184 acrtadoras, pagando a cada um R$ 357,81.


Polícia prende acusados de roubo e estupro em Iretama


A Polícia Civil de Iretama tirou de circulação duas pessoas que vinham aterrorizando os moradores do município nos últimos dias. Um deles é acusado de praticar vários furtos na área rural, causando medo nos moradores, que temiam deixar suas casas sozinhas. J. D. R. N., 18 anos, mais conhecido por “Zezinho”, costumava roubar celulares, dinheiro e ainda comia alimentos nas residências que invadia. O que sobrava jogava fora.

Na quinta-feira, de posse de um mandado de prisão expedido pelo juiz da comarca, os policiais prenderam o jovem, que está detido na cadeia de Iretama. Outro detido de alta periculosidade é Z. G. de S., conhecido por “Zaca Bernardes”, acusado de estupro. O acusado não reagiu à prisão, apenas ficou abalado, pois segundo a polícia tem mais de 70 anos de idade. Ele está detido em uma cela separada.

(Fonte: Tribuna do Interior)
Armados e com explosivo, homens assaltam praça de pedágio


Cinco homens armados com revólveres e pistolas assaltaram a praça de pedágio de Jaguariaíva, administrada pela concessionária Rodonorte, distante 118 quilômetros de Ponta Grossa. O roubou foi na madrugada desta segunda-feira (27), por volta de 3h15. A praça fica no quilômetro 223 da PR-151.

Funcionários relataram aos policiais rodoviários estaduais que os homens vestiam roupas escuras. Com um explosivo, três deles – que estavam com coletes – arrombaram o cofre da concessionária e levaram todo o dinheiro. Porém, a Rodonorte não informou o valor.

O bando fugiu a pé em direção a Jaguariaíva. Ninguém ficou ferido no assalto e a polícia ainda não localizou os ladrões.