quarta-feira, 30 de março de 2011

Menino fica preso por 15 horas em banheiro de escola

Um menino de 8 anos ficou preso por 15 horas dentro de um banheiro no vestiário do ginásio de esportes do Centro de Educação Integral Mauro Zictoff, em Mauá da Serra, região Norte do Paraná. De acordo com informações, uma turma do quarto ano estava terminando um treino de futsal, no fim da tarde de segunda-feira (28), e depois seguiria para uma atividade na biblioteca pública do município. Antes disso, um dos alunos resolveu usar o banheiro. O professor de educação física trancou a porta do vestiário sem ver que a criança ainda estava no local.
Depois de trancar os banheiros, o professor também fechou o ginásio e o menino ficou sozinho. Segundo a família, ele tentou gritar por socorro, mas não havia mais ninguém que pudesse ouvi-lo. Quando a escola e os pais deram conta do desaparecimento, a polícia foi comunicada e as investigações apontava para possibilidade de sequestro.

A cidade se mobilizou, a Polícia Federal foi avisada e cartazes com a foto do menino chegaram a ser impressos para serem espalhados pelo município. Por volta das 5h da manhã, a diretora da escola, Lindamir Almeida, resolveu voltar ao colégio e checar o ginásio. “Ao abrir a porta do banheiro ele estava lá. Meio encolhido, com medo”, disse.

“Ele falou que tinha uma borboletinha dentro do vestiário. Foi a borboletinha que ficava distraindo ele. Ele ficava brincando com a borboletinha”, contou o pai do menino, Rodiney Gonçalves. Após localizado, o garoto foi imediatamente levado à família. Ele não precisou de atendimento médico e passa bem. A diretora da escola reconheceu a falha. “Sabemos que nós erramos. Vamos tentar melhorar”, afirmou.

Nenhum comentário: