Mobilização de pais evita fechamento de turma em  creche de Sarandi

A mobilização de várias mães evitou o fechamento de uma turma do pré na escola Cecília Meireles, em Sarandi, região metropolitana de Maringá. A turma começou o ano letivo com 15 alunos, quando o mínimo é 20 para manter o curso. A Secretaria de Educação de Sarandi anunciou no mês passado o fechamento da turma e deu um prazo de 30 dias para ver se os pais conseguiam mais matrículas. Por isso, várias mães foram para as ruas atrás de novos alunos.

“Eu briguei pelo direito das minhas filhas e também de outras crianças que tem mães que trabalham e precisam da escola”, contou Alcinéia Miranda, mãe de duas filhas e uma das mães que mais se empenhou na mobilização.

As mães se reuniram e contrataram até um carro de som para anunciar que estava sobrando vagas na escola. Por causa da mobilização, 11 matrículas foram feitas e a turma ganhou até mais alunos do que o necessário. Segundo a Secretaria de Educação, as novas crianças têm em média cinco anos e ficavam em casa com os pais enquanto sobravam vagas na escola.

“A comunidade se mobilizou e por isso a sala está mais que completa. Agora não será mais fechada”, contou Maria Cristina Macedo, diretora da escola Cecília Meireles de Sarandi.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse