Pessuti deve ganhar cargo nos próximos dias

Depois de nomear os derrotados de primeira classe do PT no seu ministério - os ex-senadores Aloizio Mercadante e Ideli Salvati e o ex-prefeito Fernando Pimentel -, a presidente Dilma Rousseff começou a acomodar outros que perderam a eleição. Só que, agora, no segundo e terceiro escalões.

Dilma assinou hoje a nomeação do ex-deputado catarinense Cláudio Vignatti para o cargo de secretário-executivo da Secretaria de Relações Institucionais, comandada pelo petista Luiz Sérgio. Assim como ocorreu com os três colegas levados para o ministério, Dilma incentivou Vignatti a ser candidato a senador. Levou-o agora para uma pasta que funciona dentro do Palácio do Planalto, cuja atribuição é manter próximas à presidente as relações do governo com o Congresso.

Nos próximos dias, Dilma deve pagar as promessas feitas ao PMDB, com nomeações de outros derrotados do partido. Entre eles, o ex-deputado Geddel Vieira Lima (BA), os ex-governadores Iris Rezende (BA), José Maranhão (PB) e Orlando Pessutti (PR) e o ex-senador Leomar Quintanilha (TO). Por enquanto, dos derrotados do PMDB, só o ex-deputado Colbert Martins (BA) ganhou um cargo, o de secretário Nacional de Turismo.





Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse