Negada progressão de regime a Suzane von Richthofen

A 1ª Vara das Execuções Criminais de Taubaté, em São Paulo, negou ontem, novamente, o pedido de progressão de regime prisional de Suzane Louise Von Richthofen, condenada por participar do assassinato dos pais Marísia e Manfred von Richthofen. O crime aconteceu em 2002, na casa onde as vítimas moravam.

Segundo a juíza Sueli Zeraik de Oliveira Armani, este é um pedido que já foi analisado. Em sua decisão, a magistrada concluiu que "a interessada deverá aguardar o julgamento de seu recurso, como de rigor e necessário".

Suzane von Richthofen foi condenada em 2007 a 39 anos de prisão. Ela também foi considerada indigna de receber a herança pela 1.ª Vara de Família e Sucessões de Santo Amaro. A indignidade é uma sanção civil aplicada ao herdeiro que tem conduta injusta com quem iria transmitir a herança. A ação foi movida pelo irmão de Suzane, Andreas.


Comentários

As mais visitadas

Ordem de serviço autoriza construção de uma nova Unidade Escolar Estadual em Sarandi

Sarandi concorre ao Prêmio Gestor Público Paraná

Sem cueca e usando saia, homem mostra pênis para adolescentes