Marialva

Índice de infestação do mosquito da dengue em Marialva diminui consideravelmente

O Governo Municipal de Marialva, através da Secretaria de Saúde, informa que o índice de infestação do mosquito Aedes aegypti baixou sensivelmente. O resultado positivo só foi possível graças às ações estratégicas do poder público e o apoio da população.

No último Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (Lira) na cidade, realizado neste mês de maio, o índice apontou 2,4%. Na medição anterior, realizada entre os meses de janeiro e fevereiro, o índice chegou a 7,4%. O levantamento do Lira é realizado a cada ciclo de visitas dos Agentes de Combate a Endemias.

A Secretária de Saúde de Marialva, Dulcinéia Pierini, solicita que a comunidade continue colaborando. “Ao mesmo tempo em que podemos comemorar, não devemos esmorecer. Todo cidadão deve manter-se vigilante e continuar colaborando para que possamos manter o baixo índice e, se possível, chegarmos ao ideal de zerá-lo. Trabalhamos de forma incansável, seguindo orientação do Prefeito Deca, que está licenciado, e do Prefeito em Exercício, Evandro Araújo”, disse.

De acordo com o Coordenador de Controle e Combate à endemias, Antonio Dacanal, o saldo positivo do levantamento é resultado das ações de combate ao mosquito da dengue e a colaboração da população em não manter objetos que acumulem água em suas residências e estabelecimentos. "É uma situação excelente. Período que ainda não apresentou queda significativa de temperatura e mesmo assim já há um menor índice do mosquito em Marialva", comentou.

Uma média de 50% dos criadouros do Aedes aegypti foi encontrada em vasos, frascos com água e pratos com garrafas de vidro. Cerca de 40% em sucatas e material descartável e 10% em tanques em obras, borracharias, lages e piscinas.

Localização

Criadouros foram detectados nos seguintes bairros: Parque das Palmeiras (02), Vila Messias (01), Vila Antonio (01), Jd. Planalto (01), Km. 113 (01), Conj. Keiji Watanabe (01), Conj. João de Barro (01), Jd. Shenandoá (01) e Vila Brasil (01).

Números

Em 2011 o município notificou 88 casos suspeitos da doença; 75 foram negativados; 10 foram confirmados (sendo 02 importados); e 03 aguardam resultado.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse