sexta-feira, 13 de maio de 2011

Presidente da Caixa não vê 'bolha imobiliária'

O presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda, afirmou nesta sexta-feira, 13, na abertura do 7.º Feirão da Casa Própria, em São Paulo, que o evento mostra que a economia do Brasil não está em desaceleração e que o mercado imobiliário não passa por uma bolha. De acordo com Hereda, a Caixa Econômica já contratou no País, até o dia 6, um total de R$ 21,5 bilhões em crédito para imóveis, o mesmo valor de 2010.

Ele lembrou que a Caixa só retomará o programa Minha Casa, Minha Vida para famílias com renda de até três salários mínimos no próximo semestre, após as regulamentações finais do governo para a segunda etapa do projeto. "A partir desses dados, posso dizer que a Caixa terá um aumento no volume de contratações em relação ao ano passado."

Hereda afirmou que, de acordo com previsões de técnicos da instituição financeira, o crédito imobiliário liberado deve atingir um total de R$ 81 bilhões em 2011. "A grade de subsídios oferecidos pelo governo e o financiamento de até 30 anos da Caixa dão uma grande condição para as famílias terem acesso aos imóveis. A tendência para a segunda etapa do Minha Casa, Minha Vida é que as condições de acesso se ampliem, até porque as empresas já estão mais especializadas no negócio", afirmou.



Nenhum comentário: