Advogados teriam aplicado golpe de R$ 1 milhão no Paraná

A Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas conseguiu desbaratar uma quadrilha que desviava recursos de contas judiciais, em Curitiba. Seis pessoas foram detidas durante a Operação Nêmesis, realizada na manhã desta terça-feira (28), dentre elas os advogados Ionéia Ilda Veroneze e Luiz Fernando Cachoeira.

Além deles foram presos dois servidores públicos lotados na 2ª Vara Cível de Curitiba, Douglas Teodoro de Souza e o Everson Ricardo Pruzak. "O juiz era induzido ao erro, uma vez que eles formulavam todo um procedimento falso por meio desses advogados, que faziam a petição e conseguiam alvarás. Em posse desse alvarás, era feito levantamento de numerário e esses valores eram depositados em contas judiciais", explicou o delegado Cassiano Alfieiro.

Três laranjas foram identificados nesses cinco meses de investigação. Dois foram detidos durante a operação, Dejacir dos Santos Rodrigues e Neusa Procher Cachoeira. Um terceiro indivíduo é considerado foragido. O grupo é acusado de desviar mais de R$ 1 milhão.

As seis pessoas presas foram indiciadas por apropriação indébita, falsificação de documento público, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, estelionato e peculato (com informações rádio Banda B).


Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse