terça-feira, 28 de junho de 2011

Cinco são presos por suspeita de desvio de R$ 1 milhão do governo no PR

Cinco pessoas foram presas suspeitas de desviar aproximadamente R$ 1 milhão dos cofres públicos do governo do Paraná. Outras duas estão foragidas. Os mandatos de prisão da Operação Nêmesis foram cumpridos em Curitiba e Pinhais, na região metropolitana, nesta terça-feira (28). Entre os suspeitos, estão advogados, funcionários do poder judiciário e laranjas. Segundo a polícia, a fraude ocorria havia dois anos.

A polícia deteve os advogados Ioneida Ilda Veroneze e Luiz Fernando Cachoeira; o funcionário do Judiciário Douglas Teodoro de Souza; e os laranjas Dejacir dos Santos Rodrigues e Neusa Brocchier Cachoeira. Estão foragidos Luiz Marcelo Seer e o funcionário do judiciário Everson Ricardo Prussak.

Segundo a polícia, os suspeitos aproveitavam os cargos de confiança para se apropriar ilicitamente de recursos públicos. Os advogados falsificavam alvarás de levantamento de valores, o que induzia o juiz ao erro, e, dessa forma, desviavam o dinheiro para a conta dos laranjas. As investigações teriam durado cinco meses.

Além dos mandados de prisão, a operação cumpriu 20 mandados de busca e apreensão. Os suspeitos foram autuados por apropriação indébita, falsificação de documento público, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, estelionato e peculato. Eles foram levados para o Centro de Triagem II, em Piraquara.

A ação, comandada pela Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas, teve o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), órgão ligado ao Ministério Público do Paraná, Delegacia de Furtos e Roubos, Divisão de Crimes contra o Patrimônio, Vara de Inquéritos Policiais e Promotoria de Inquéritos Policiais.

Nenhum comentário: