CONTORNO NORTE

TCU questiona preço de licitação para obras do Contorno Norte

O Tribunal de Contas da União (TCU) aponta sobrepreço de aproximadamente R$ 10,5 milhões na Concorrência Pública 499/2010, que se refere à segunda etapa das obras do Contorno Norte de Maringá. A obra prevê a duplicação do trecho. Um acórdão foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (15).

No documento, o TCU dá um prazo de 30 dias para que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), responsável pela gestão da obra, faça as correções nos preços do edital com a Construtora Sanches Tripoloni Ltda, vencedora do certame. O contrato ainda não foi assinado com a construtora, o que não configura superfaturamento, conforme o engenheiro do Dnit responsável pelas obras do Contorno Norte, José Carlos Belluzzi de Oliveira.


“Na análise do TCU, alguns serviços ficaram sujeitos a uma adequação de preços. O Tribunal pede que se mudem as composições de preços, porque está diferente do que foi proposto na primeira composição. Vamos ajustar estes valores desde que a empresa ganhadora não se sinta prejudicada. O contrato ainda não foi assinado e, por enquanto, se trata de uma discussão para a composição de preços”, disse Oliveira.

De acordo com o TCU, caso a empresa vencedora da segunda etapa das obras do Contorno Norte não aceite as correções de valores, a diretoria de licitações deve chamar a empresa subsequente do certame, cujo nome não foi informado pelo TCU.

A obra do Contorno Norte está orçada em R$ 143 milhões, provenientes do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal.

Comentários

As mais visitadas

CEMEI de Sarandi realiza evento cultural em comemoração ao dia das crianças

Idoso suspeito tocar corpo de criança por R$ 50,00 permanece preso

Semana Jurídica em Sarandi