Câmara Municipal de Marialva eleva o número de vereadores na surdina


Enquanto em cidades como Maringá, Sarandi e Campo Mourão os vereadores enfrentam dificuldades para aprovar o aumento de cadeiras nas câmaras municipais, por causa da pressão da sociedade por meio de entidades representativas, em Marialva a decisão de elevar as vagas foi aprovado há três meses, sem qualquer tumulto, nem qualquer oposição.
Com a alteração na Lei Orgânica do Município, o município passa de nove para 13 vereadores a partir da eleição do próximo ano. O trâmite do projeto exigia votação em dois turnos, com aprovação de pelo menos dois terços dos vereadores. A medida, no entanto, passou por unanimidade.
De acordo com o presidente da Câmara, Onésimo Aparecido Bassan (PDT), não foi dada ampla divulgação ao assunto porque na época, fim de março e começo de abril, o aumento do quadro nas câmaras ainda não causava polêmica.
Tanto que nenhum vereador se colocou contrário, nem as entidades representativas apresentaram qualquer objeção. Mesmo depois da aprovação não houve crítica, tanto que na cidade são raras as pessoas que sabem que na próxima eleição poderão eleger mais legisladores.

Infelizmente os nossos políticos  continuam a pensar nos próprios interesses, sem levar em conta os anseios dos cidadãos que são os responsáveis  pelos mesmos estarem no poder.
Parece-me que em Sarandi, a população esta mais atenta e mais politizada, e não estão se deixando serem pegos de surpresa.





Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse