Justiça reduz pensão alimentícia paga por Zé Elias para um salário mínimo

Zé Elias conseguiu importante vitória na Justiça. A pensão de R$ 25 mil mensais a ex-esposa Silvia Regina Corrêa de Castro, com quem teve dois filhos, foi reduzida para um salário mínimo (R$ 545). A juíza Graciella Salzman atendeu ao pedido da defesa do ex-jogador e autorizou a redução. A decisão foi publicada no Diário da Justiça.

Zé Elias, entretanto, permanecerá preso até o dia 21 de agosto, conforme os 30 dias de mandado de prisão. A defesa de Zé Elias alegou que o ex-jogador estava desempregado, acrescentando que os salários em trabalhos anteriores eram bem inferiores ao valor pedido pela ex-esposa.

A advogada do ex-jogador, Rita de Cássia Alves Moura, está impedida de se manifestar publicamente, conforme decisão da 12ª Vara da Família de São Paulo. A advogada pediu intervenção junto à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para reverter a decisão.

O processo judicial entre as partes existe desde 2006, quando o ex-volante separou-se de Silvia. Em 2009, Zé Elias parou de jogar e quis que a pensão fosse reduzida, mas teve o pedido negado. Depois que abandonou a carreira de jogador de futebol, em 2009, Zé Elias tentou virar comentarista nas rádios CBN e Globo, mas não obteve êxito e acabou deixando as emissoras.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse