terça-feira, 18 de outubro de 2011

Decisão judicial afasta Vagner Mussio do cargo de secretário

A Justiça determinou na segunda-feira (17) o afastamento do secretário de Serviços Públicos de Maringá, Vagner Mussio, pelos crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, peculato, prevaricação e condescendência criminosa. A decisão foi tomada após ação penal proposta pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).
Três funcionários públicos e dois empresários também foram denunciados pelo Ministério Público durante a Operação Quebra Galho. A Promotoria sustenta que os acusados estariam envolvidos em um esquema de propinas para favorecimento na prestação de serviços públicos e privados de remoção e poda de árvores na cidade.


Segundo a denúncia, além de não tomar providências contra funcionários que teriam praticado irregularidades na prestação dos serviços de poda e corte de árvores, Mussio teria favorecido duas empresas, encaminhando maquinários da Prefeitura para fazer a terraplanagem de um terreno particular.

A reportagem tentou contato com Mussio, mas ele não foi localizado para comentar a decisão. A assessoria de imprensa da prefeitura informou que a administração municipal não foi oficialmente notificada da decisão judicial.

Nenhum comentário: