Deputado tem mandato cassado no Paraná



O Tribunal Regional Eleitoral cassou, por unanimidade, o mandato do deputado estadual Bernardo Guimarães Ribas Carli (PSDB). A decisão foi proferida na tarde desta quarta-feira (19).

Ribas Carli era suplente de Osmar Bertoldi (DEM), que deixou o cargo por problemas de saúde no início deste ano e logo que voltou da licença recebeu convite para assumir a Secretário de Política Habitacional de Curitiba.

Bernardo obteve 33,6 mil votos. Ele é irmão de Fernando Ribas Carli Filho, que renunciou ao cargo de deputado depois de se envolver em acidente com duas vítimas fatais em Curitiba. Ele é processado criminalmente pela batida. Ele estava com a CNH suspensa, dirigia embriagado e a mais de R$ 160km/h.


Bernardo Carli era acusado de captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral (uso de caixa dois) durante a disputa para a Assembleia Legislativa. De acordo com a denúncia do Ministério Público Eleitoral, houve o pagamento de cabos eleitorais em espécie, quando tais serviços foram lançados na prestação de contas como doação estimável em dinheiro.

Os seis juízes votaram pela cassação do mandato do parlamentar. Na decisão, o relator Marcelo Malucelli destaca que "om este procedimento o representado teria ocultado a verdadeira fonte dos recursos recebidos, uma vez que o dinheiro utilizado para o pagamento dos referidos cabos eleitorais não transitou pela conta bancária de campanha e nem tampouco foi objeto de recibo eleitoral que permitisse a identificação do(s) doador(es)."

Malucelli aponta que o desvio pode ter sido superior a R$ 15,7 mil pagos aos cabos eleitorais, equivalente a 5,6% do total declarado na prestação de contas. Ribas Carli ainda pode recorrer da decisão.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse