Rossoni devolverá R$ 160 mil recebidos com gratificação


O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdir Rossoni (PSDB), anunciou nesta quinta-feira (13) que irá devolver aos cofres públicos os valores recebidos com a gratificação de representação da Presidência. "Para que não reste nenhuma dúvida, estou providenciando a devolução dos valores pagos desde a minha posse, aos cofres públicos", afirmou.

Serão devolvidos R$ 160 mil, referentes a oito meses de gratificação, no valor de R$ 20 mil ao mês. Rossoni já havia anunciado a revogação do decreto que concedia o benefício pelo exercício da Presidência do Legislativo. O documento foi assinado em dezembro de 1992 pelo deputado Aníbal Khury e, desde então, todos os deputados que passaram pela Presidência da Casa receberam o benefício.

Embora o direito seja estabelecido em lei, Rossoni faz questão de frisar que a devolução dos valores mostra que sua gestão é diferente. "Desde que assumimos a Presidência iniciamos uma séria de medidas moralizadoras e de controle dos gastos públicos, e vamos continuar com esse processo, por isto estou devolvendo os valores", disse. O pagamento da verba de representação é uma prática comum nas assembleias estaduais e em outros poderes. Com a decisão, o Legislativo paranaense passa a ser a primeiro do País a extinguir o benefício.

Comentários

As mais visitadas

Jovem morre ao ser atingido por raio

Estudante é levado à delegacia por ato obsceno dentro de biblioteca de universidade, em Maringá

CRM-PR retira indicativo de interdição ética da UPA de Sarandi