Aids em adolescentes preocupa agentes de saúde no Paraná

Uma geração que cresceu vendo a distribuição de preservativos em grandes eventos e unidades básicas de saúde parece ainda não entender a gravidade de doenças sexualmente transmissíveis como a Aids. O número de adolescentes - entre 15 e 19 anos - com a doença tem chamado a atenção da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). Dados do órgão mostram que nos últimos quatro anos houve um aumento significativo no número de casos envolvendo essa população.

De acordo com a coordenadora estadual de DST/Aids da Sesa, Kátia Adriana Moreira, desde 2007 o Paraná registrou 94 novos casos de adolescentes com a doença, sendo 35 meninos e 59 meninas. Outro dado alarmante é a quantidade de gestantes (de idades variadas) infectadas: só este ano já foram notificados 302 novos casos.

Para agentes da saúde que lidam diretamente com as pessoas infectadas, a banalização do sexo é um dos principais fatores para o aumento dos casos, além da subestimação da doença.

Comentários

As mais visitadas

CRM-PR retira indicativo de interdição ética da UPA de Sarandi

Semana Jurídica em Sarandi

CEMEI de Sarandi realiza evento cultural em comemoração ao dia das crianças