Irritada, Dilma põe ministro na corda bamba


A quarta-feira deve ser muito movimentada para Carlos Lupi, ministro do Trabalho e que se vê em situação muito complicada após a divulgação, na terça-feira, de fotos que mostram ele ao lado de Adair Meira, presidente de uma ONG e que teria fretado um avião para a viagem de ambos ao interior do Maranhão em 2009, algo negado pelo presidente licenciado do PDT na semana passada, durante depoimento na Câmara dos Deputados.


A repórter Luciana Verdolin confirmou que as contradições Publicidadeirritaram a presidente Dilma Rousseff, e membros do Palácio do Planalto apontam para um encontro entre ambos que, para muitos, ocorreu durante a manhã (informações não-confirmadas apontam que Lupi teria dito à petista que tem como provar que o avião, um King Air, foi alugado pelo diretório regional do PDT, e não por Adair).

Com a situação de Lupi se complicando, já que ele pode ter incorrido no crime de responsabilidade ao mentir durante seu depoimento no Congresso, as fontes ficam mais escassas, e a presidente já teria dito a outros líderes do PDT que o ministro está na corda bamba, balança bastante e pode cair antes do final do ano, quando está prevista uma reforma ministerial relacionada com a necessidade de saída daqueles políticos que participarão do pleito municipal de outubro.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse