Pai e madrasta são presos suspeitos de matar menina de 2 anos

O pai e a madrasta de uma menina de 2 anos foram presos na zona leste de São Paulo acusados de matar a criança por espancamento. Após constatar que a filha não apresentava mais sinais vitais, o homem escondeu o corpo da menina em um bueiro e acionou a polícia por volta das 10h, comunicando falsamente que seu carro havia sido roubado por dois criminosos com a filha dentro. As informações são do Bom Dia SP.

Os policiais foram atender à ocorrência e encontraram o carro em uma rua próxima, mas moradores disseram que o carro havia sido deixado no local por volta das 6h. A PM também estranhou o fato de o motor estar frio, e interrogou o homem. Ele então confessou que a filha teve uma queda e bateu a cabeça, mas ele não a levou no hospital pois seria preso, acusado de espancá-la. Segundo o delegado Arli Antônio Reginaldo, do 69º DP, em Teotônio Vilela, a menina tinha hematomas pelo corpo e havia sido vítima de maus-tratos. O pai e a madrasta foram presos e vão responder por falsa comunicação de crime, ocultação de cadáver e homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e emprego de meio cruel.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse