Papandreou renuncia a cargo de premiê em discurso na TV

O premiê grego, George Papandreou, anunciou em discurso na TV que renuncia nesta quarta-feira, mas não disse quem vai ficar no seu lugar.

No anúncio, ele afirmou ainda que a Grécia fará "tudo o que for necessário" para continuar membro da zona do euro e demonstrará ao mundo que é um país capaz de se manter unido, apesar da crise econômica e financeira que enfrenta atualmente.

Sem dizer quem irá substitui-lo, ele explicou que sua decisão de pedir demissão oficialmente tem o intuito de facilitar o caminho para o novo governo de coalizão nacional, que deve comandar o país até as eleições programadas para o dia 19 de fevereiro.

"Eu gostaria de desejar todo o sucesso para o novo primeiro-ministro e, claro, para o novo governo, Estarei ao lado deles e os apoiarei com toda a minha força", afirmou ele em discurso à nação.

Papandreou garantiu ainda que o país irá implementar o plano de resgate europeu acertado em outubro para balancear as contas nacionais e evitar um default (suspensão dos pagamentos) na Grécia.

A agência de notícias Reuters, citando fontes anônimas, disse que os principais partidos políticos gregos decidiram que o líder do Parlamento da Grécia, Filippos Petsalnikos, deve comandar o novo governo de união nacional.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse