quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Papandreou renuncia a cargo de premiê em discurso na TV

O premiê grego, George Papandreou, anunciou em discurso na TV que renuncia nesta quarta-feira, mas não disse quem vai ficar no seu lugar.

No anúncio, ele afirmou ainda que a Grécia fará "tudo o que for necessário" para continuar membro da zona do euro e demonstrará ao mundo que é um país capaz de se manter unido, apesar da crise econômica e financeira que enfrenta atualmente.

Sem dizer quem irá substitui-lo, ele explicou que sua decisão de pedir demissão oficialmente tem o intuito de facilitar o caminho para o novo governo de coalizão nacional, que deve comandar o país até as eleições programadas para o dia 19 de fevereiro.

"Eu gostaria de desejar todo o sucesso para o novo primeiro-ministro e, claro, para o novo governo, Estarei ao lado deles e os apoiarei com toda a minha força", afirmou ele em discurso à nação.

Papandreou garantiu ainda que o país irá implementar o plano de resgate europeu acertado em outubro para balancear as contas nacionais e evitar um default (suspensão dos pagamentos) na Grécia.

A agência de notícias Reuters, citando fontes anônimas, disse que os principais partidos políticos gregos decidiram que o líder do Parlamento da Grécia, Filippos Petsalnikos, deve comandar o novo governo de união nacional.

Nenhum comentário: