PSTU DIVULGA NOTA  DE REPÚDIO CONTRA AUMENTO DE DE SALÁRIOS DE VEREADORES EM SARANDI


O PSTU divulgou boletim contra o aumento que os vereadores de Sarandi garantiram de 30% e 45% para o prefeito (que passará a ganhar R$ 19,8 mil), vice (R$ 9,5 mil) e para a próxima legislatura (R$ 7.980,00). O partido defende que qualquer ocupante de cargo eletivo – seja prefeito, vereador, deputado ou senador – receba o salário de um operário médio, ou um salário mínimo do Dieese (cerca de R$ 2,5 mil). “Isso é um absurdo, uma verdadeira farra com o dinheiro do povo trabalhador. (…) Esses são os mesmos vereadores que aprovaram o aumento do IPTU e das taxas do lixo, o que fez com que a população trabalhadora de Sarandi passasse a pagar uma das taxas mais caras do Paraná, aumentos que em alguns casos chegaram a mais de 100%. 

Também são os mesmos que estão segurando a votação do projeto de lei de iniciativa popular que propõe a proibição da vinda de lixo de outras localidades para nossa cidade e também a reestatização do aterro sanitário e do sistema de tratamento do lixo, privatizado pelo ex-prefeito Cido Spada, na gestão do PT. Somente esta medida poderia possibilitar reduzir pela metade o valor do IPTU e das taxas de lixo cobradas na cidade”, diz a nota do PSTU. Com informações Angelo Rigon

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse