quinta-feira, 24 de novembro de 2011

PSTU DIVULGA NOTA  DE REPÚDIO CONTRA AUMENTO DE DE SALÁRIOS DE VEREADORES EM SARANDI


O PSTU divulgou boletim contra o aumento que os vereadores de Sarandi garantiram de 30% e 45% para o prefeito (que passará a ganhar R$ 19,8 mil), vice (R$ 9,5 mil) e para a próxima legislatura (R$ 7.980,00). O partido defende que qualquer ocupante de cargo eletivo – seja prefeito, vereador, deputado ou senador – receba o salário de um operário médio, ou um salário mínimo do Dieese (cerca de R$ 2,5 mil). “Isso é um absurdo, uma verdadeira farra com o dinheiro do povo trabalhador. (…) Esses são os mesmos vereadores que aprovaram o aumento do IPTU e das taxas do lixo, o que fez com que a população trabalhadora de Sarandi passasse a pagar uma das taxas mais caras do Paraná, aumentos que em alguns casos chegaram a mais de 100%. 

Também são os mesmos que estão segurando a votação do projeto de lei de iniciativa popular que propõe a proibição da vinda de lixo de outras localidades para nossa cidade e também a reestatização do aterro sanitário e do sistema de tratamento do lixo, privatizado pelo ex-prefeito Cido Spada, na gestão do PT. Somente esta medida poderia possibilitar reduzir pela metade o valor do IPTU e das taxas de lixo cobradas na cidade”, diz a nota do PSTU. Com informações Angelo Rigon

Nenhum comentário: