Discussão acaba em tiros em lava-jato na Avenida Mandacaru em Maringá

Uma discussão por motivos banais acabou com diversos diversos disparados contra um lava-jato na tarde desta quinta-feira (1º), na Avenida Mandacaru, na altura do núemro 1249, em Maringá.

De acordo com a polícia, um rapaz conhecido apenas como Foguinho estaria prestando serviços de pintura em uma loja ao lado do lava-jato. Ao iniciar a pintura da parte externa, na quarta-feira (30) o pintor teria subido no telhado do lava-jato e teve a atenção chamada por um garoto que trabalha no local.

Ainda segundo a polícia, Foguinho não teria gostado da reprimenda, discutiu com o garoto e foi embora. Hoje, por volta das 15 h, o pintor tentou trabalhar na parte externa do prédio, mas foi avisado pelo garoto que não deveria subir no telhado de zinco do lava-jato, já que colocava em risco os veículos estacionados sob a cobertura, e orientou o pintor a retonar no final da tarde para fazer o serviço.

Foguinho discutiu novamente com o garoto, foi embora e retornou por volta das 15h, portando uma arma de fogo. Ele teria avançado em direção ao garoto, que se escondeu atrás de uma picape S10 que havia cabado de ser lavada no estabelecimento. Foguinho, então, disparou contra a caminhonete, acertando a lataria na lateral esquerda do veículo.

A dona do lava-jato saiu para tentar conter o pintor, mas foi empurrada por ele. Já na calçada, Foguinho atirou contra a janela do estabelecimento, estilhaçando-a, e fugiu em uma moto Honda azul.

Ninguém ficou ferido. A polícia investiga para saber o verdadeiro nome de Foguinho e descobrir seu paradeiro. Com informações: O Diário

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse