MP constata irregularidades em plantões de hospital em Campo Mourão


A Promotoria de Justiça de Defesa à Saúde Pública de Campo Mourão apresentou, na semana anterior, uma ação civil pública contra o Estado e o município pedindo solução para os problemas nos serviços de urgência e emergência e de traumato-ortopedia na cidade. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (5), pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR).

Segundo a ação, o Hospital F.F. Claudino (Pronto Socorro de Campo Mourão), credenciado ao Sistema Único de Saúde (SUS), não estaria disponibilizando profissionais das especialidades de cirurgia geral, anestesia, ortopedia, cirurgia vascular e neurocirurgia, em regime de plantão presencial, apenas de sobreaviso. Ainda segundo o MP-PR, o hospital só disponibiliza clínicos gerais em plantão presencial.

O MP-PR pede que a 11ª Regional de Saúde de Campo Mourão resolva o problema e, solicita à Justiça, que defina multa diária de R$ 5 mil em caso de descumprimento. O documento foi enviado pelo MP-PR ao Juizado Especial Criminal, no intuito de responsabilizar criminalmente os diretores do hospital, os gestores do município e do estado e os médicos, por colocarem a vida dos pacientes em risco.


Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse