Política

Maringá tem 3 nomes em empate técnico


A eleição para a prefeitura de Maringá em 2012 promete disputa acirrada, decisão em segundo turno e queda de braço entre os dois grupos políticos antagônicos do estado. Essas são as conclusões de especialistas com base em levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas para a Gazeta do Povo. Três candidatos aparecem com índices competitivos e em situação de empate técnico: os deputados estaduais Dr. Batista (PMN) e Enio Verri (PT) e o secretário estadual de Rela­ções com a Comunidade, Wilson Quinteiro (PSB).

Em um dos cenários pesquisados, se a eleição fosse hoje, Dr. Batista teria 23,7% das intenções de voto, e Verri, 21,1%. Quinteiro (PSB) aparece logo atrás, com 18,9%. A margem de erro é de 4 pontos porcentuais.

O atual vice-prefeito de Ma­­ringá, Carlos Roberto Pupin (PP), aparece em quarto lugar com 6,4%. Entretanto, ele vai contar com o apoio da máquina municipal e do prefeito Silvio Barros (PP), muito bem avaliado pela população.

Para o diretor presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidal­go, o levantamento mostra uma eleição “em que a transferência de votos de políticos influentes na região pode fazer a diferença”. Para Hidalgo, a pesquisa aponta para uma definição da eleição apenas no segundo turno. Neste caso, Batista tem vantagem sobre os demais. Verri, por sua vez, se sai melhor do que Quin­teiro. Até o ano que vem, o cenário eleitoral pode se alterar, com a entrada em cena das máquinas dos governos federal, estadual e municipal.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse