Política

Maringá tem 3 nomes em empate técnico


A eleição para a prefeitura de Maringá em 2012 promete disputa acirrada, decisão em segundo turno e queda de braço entre os dois grupos políticos antagônicos do estado. Essas são as conclusões de especialistas com base em levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas para a Gazeta do Povo. Três candidatos aparecem com índices competitivos e em situação de empate técnico: os deputados estaduais Dr. Batista (PMN) e Enio Verri (PT) e o secretário estadual de Rela­ções com a Comunidade, Wilson Quinteiro (PSB).

Em um dos cenários pesquisados, se a eleição fosse hoje, Dr. Batista teria 23,7% das intenções de voto, e Verri, 21,1%. Quinteiro (PSB) aparece logo atrás, com 18,9%. A margem de erro é de 4 pontos porcentuais.

O atual vice-prefeito de Ma­­ringá, Carlos Roberto Pupin (PP), aparece em quarto lugar com 6,4%. Entretanto, ele vai contar com o apoio da máquina municipal e do prefeito Silvio Barros (PP), muito bem avaliado pela população.

Para o diretor presidente da Paraná Pesquisas, Murilo Hidal­go, o levantamento mostra uma eleição “em que a transferência de votos de políticos influentes na região pode fazer a diferença”. Para Hidalgo, a pesquisa aponta para uma definição da eleição apenas no segundo turno. Neste caso, Batista tem vantagem sobre os demais. Verri, por sua vez, se sai melhor do que Quin­teiro. Até o ano que vem, o cenário eleitoral pode se alterar, com a entrada em cena das máquinas dos governos federal, estadual e municipal.

Comentários

As mais visitadas

CRM-PR retira indicativo de interdição ética da UPA de Sarandi

PROCON de Sarandi firma parceria com PROCON Maringá

Estudante é levado à delegacia por ato obsceno dentro de biblioteca de universidade, em Maringá