terça-feira, 17 de maio de 2011

Escola expulsa 11 alunos por bullying no interior de SP

A direção da Escola Estadual Prof. Daniel Verano, de Votorantim, a 102 quilômetros de São Paulo, decidiu punir com a expulsão 11 alunos acusados de prática de bullying. Os adolescentes, com idades entre 14 e 16 anos, são acusados de terem agredido e humilhado alunos da 6ª série do ensino fundamental, na faixa etária de 11 anos. As agressões teriam ocorrido no último dia 5, mas a punição foi confirmada hoje. Na sexta-feira, pais dos alunos agredidos foram à escola para pressionar a direção a tomar providências.

De acordo com informações dos pais, os acusados cercaram as crianças durante o recreio. Meninos e meninas foram agredidos a socos e pontapés. Um dos agressores chegou a empunhar uma faca. Uma professora que tentou intervir foi agredida com uma pedrada. A ação dos adolescentes contra os alunos da outra série teria sido combinada pela internet.

Cinco estudantes identificados como agressores já foram transferidos. Os outros estão suspensos e aguardam a confirmação de vaga em outra escola. Os pais de um aluno que já tinha sido expulso de outro estabelecimento decidiram que ele não voltará a estudar. O caso será encaminhado para o Conselho Tutelar.

A Diretoria Regional de Ensino de Votorantim informou que a decisão de transferir os onze estudantes envolvidos no incidente partiu do Conselho Escolar, formado por professores, funcionários da unidade, pais e representantes do corpo estudantil, em reunião que contou com a presença dos responsáveis por todos os envolvidos. A resolução se baseou no histórico dos estudantes e na gravidade do caso.


Menino de seis anos é encontrado embriagado em Sarandi

Um menino de seis anos foi encontrado embriagado no meio de uma rua do Jardim Independência, em Sarandi, na noite desta segunda-feira (16). Por volta das 23h50, moradores ligaram para a Polícia Militar de Sarandi dizendo que o garoto estava caído na calçada.

Ao chegar no local, os policiais constataram que o menino de seis anos estava bêbado. Ele foi encaminhado ao Pronto Socorro Municipal de Sarandi.

Segundo a PM, minutos depois a mãe do garoto chegou ao Pronto Socorro e disse que não sabe o que aconteceu. O garoto foi liberado depois de ser medicado, informou a polícia.

O boletim de ocorrência foi registrado pela PM e encaminhado ao Conselho Tutelar de Sarandi.