sexta-feira, 17 de junho de 2011

Avenida Danilo Massuia recebe recape

A prefeitura Municipal de Sarandi, concluiu mais uma etapa do programa emergencial de recape de ruas e avenidas da cidade. A previsão é que toda a malha viária seja recuperada, entre ruas e avenidas, 50 devem ser recuperadas.

A secretaria de urbanismo tem atendido prioritariamente as ruas que estão em estado mais precário. Mais uma avenida foi totalmente recapeada no Jardim Independência a Avenida Danilo Massuia.

O prefeito Carlos Alberto de Paula Junior tem acompanhado de perto o trabalho de recuperação das ruas do município. “Nossa cidade, estava em estado lastimável, verdadeiras crateras, já conseguimos recuperar  as que estavam em pior estado. Falta muito para que este trabalho seja concluído mais se Deus quiser em breve vamos poder ter orgulho de transitar por nossas ruas. 

Estamos também rebaixando a iluminação das principais ruas, como é o caso da Danilo Massuia, que foi toda recapeada e já teve a iluminação rebaixada garantindo maior segurança para as pessoas que transitam pelo bairro”,explica De Paula. 
730 mil crianças devem ser vacinadas contra paralisia neste sábado no Paraná


Cerca de 730 mil crianças devem ser vacinadas contra a paralisia infantil no próximo sábado (18) em todo o Paraná. A meta é vacinar no mínimo 95% das crianças com idade entre zero e cinco anos incompletos. Esta é a primeira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra Pólio. A segunda etapa da campanha será no dia 13 de agosto.

A vacina estará disponível em todas as unidades de saúde do estado das 8h às 17h e em unidades volantes (mercados, praças, shoppings) estruturadas pelos municípios. A relação completa dos postos de vacinação de Curitiba pode ser conferida abaixo.

Em 2010 os índices de vacinação atingiram 97% na primeira etapa e 98% da segunda etapa. Na capital paranaense, a meta é imunizar 108 mil crianças.

A pólio é uma doença infectocontagiosa grave. Na maioria das vezes, a criança não morre quando é infectada, mas adquire sérias lesões que afetam o sistema nervoso, provocando paralisia, principalmente nos membros inferiores.

O último caso de poliomielite no Brasil foi registrado em 1989, na Paraíba. A pólio não faz vítimas em Curitiba desde 1985 e no Paraná desde 1986. Em 1994, o país recebeu da O rganização Mundial da Saúde (OMS) o certificado de eliminação da doença.
As crianças devem continuar a receber a vacina pois o vírus da paralisia infantil ainda circula em outros países. De acordo com a OMS, 26 países ainda registram casos da doença e quatro deles são endêmicos, ou seja, possuem transmissão constante: Afeganistão, Índia, Nigéria e Paquistão.


Londrinenses vão às ruas para protestar contra corrupção

A administração do prefeito Barbosa Neto (PDT) irá enfrentar na tarde desta sexta-feira (17) e na manhã de sábado (18) duas manifestações contra os escândalos na área da saúde que mancharam mais uma vez a história política de Londrina.

Nesta sexta-feira, às 17h, cerca de 500 pessoas que se mobilizaram pela rede social Facebook na comunidade "S.O.S Londrina - Cidade Limpa, Prefeitura Suja" devem realizar um buzinaço na frente da prefeitura e depois seguir para o centro de Londrina. A comunidade alerta: "Não podemos ficar calados diante dos fatos ocorridos. Queremos uma resposta, queremos justiça".

No sábado (18), integrantes de várias entidades promovem a partir da 9h30 uma manifestação no Calçadão, na região central de Londrina. O ato público é em defesa da saúde pública, gratuita e de qualidade, livre da terceirização e da privatização, pela ética e moralidade na administração pública.

O evento "Basta! Londrina Sangra" conta com a participação de vários sindicatos, associações de bairro e também com o Centro de Direitos Humanos de Londrina (CDH).

Mais uma vez, a população sai às ruas para manifestar seu repúdio à corrução e o desvio de recursos públicos, que estão sendo investigados pelo Ministério Público e Câmara de Londrina.

O protesto deve se concentrar na frente da loja Riachuelo na rua Professor João Cândido até as 12h. Uma carta aberta será distribuída à comunidade londrinense.



Marialva conquista Supercreche



O município de Marialva foi selecionado pelo Governo Federal para receber recursos do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC 2, para a construção de uma escola de educação infantil.  A obra terá 1.212 m e investimentos de aproximadamente R$ 1,3 milhão.

A supercreche como é conhecida, tem capacidade para 240 crianças de zero a cinco anos, em dois turnos, e conta com oito salas pedagógicas, sala de informática, cozinha, refeitório, pátio coberto, secretaria, sanitário para pessoas com necessidades especiais, entre outros ambientes.

Para o Prefeito Deca, esta é mais uma conquista que beneficiará especialmente as mães que trabalham para ajudar na renda família. “As mulheres que trabalham terão um local seguro para deixarem seus filhos. A creche oferecerá alimentação, espaço com brinquedos, parque infantil e, acima de tudo, profissionais qualificados para atender as nossas crianças”, disse Deca.

“Esta supercreche vai atender uma demanda que temos hoje na educação infantil. Mais uma vez, o esforço, a liderança e a força política do Prefeito Deca junto ao Governo Federal fez com que Marialva conquistasse esta importante obra na área da educação”, comemorou a Secretária de Educação, Maria Dolores Martins Rosada.


Sarandi

Jardim Triângulo terá Praça para o lazer


A Prefeitura de Sarandi vai construir uma praça no Jardim Triangulo, para o lazer da comunidade a praça terá brinquedos infantis, equipamentos para Academia da Terceira Idade, pista de caminhada e mesa de jogos.
    
A contratação da empresa especializada no ramo da construção civil será feita através de licitação. O prazo para protocolo das propostas encerrarem-se 11h30min do dia 05 de julho de 2011, e a abertura será as 14h00min do dia 05 de julho de 2011, na Sala de Reuniões de Licitações no Prédio da Secretaria Municipal de Urbanismo.O valor máximo para a execução da obra deve ser no máximo R$ 236.373,54.


Deputado quer plebiscito sobre legalização da maconha

O deputado federal Fernando Francischini (PSDB-PR) pretende começar na próxima semana, pela Câmara dos Deputados, a coleta de assinaturas para que seja realizado um plebiscito sobre a legalização da maconha no Brasil. "Nós temos uma posição contrária, mas o plebiscito é importante para encerrar de vez essa questão", afirmou. Ele foi um dos cerca de 1,5 mil participantes, segundo os organizadores, de uma caminhada pelo calçadão da Rua 15 de Novembro, em Curitiba, na abertura da 3.ª Semana Antidrogas de Curitiba, promovida pela prefeitura. 

Chamado de "Louco pela Vida! Drogas Tô Fora", o evento contou com a presença de servidores municipais, policiais militares, policiais do Exército, Fórum Evangélico Nacional de Ação Social e Política, além de organismos não-governamentais e representantes de clínicas para dependentes químicos. O secretário Antidrogas de Curitiba, Hamilton Klein, disse que a caminhada já estava marcada desde o ano passado e não tem ligação com a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de liberar as manifestações favoráveis ao consumo de maconha. 

Entretanto, ele se colocou como um dos críticos nessa questão. "Essa decisão é digna do programa dos Trapalhões", afirmou. "Agora qualquer maluco poderá pedir a legalização de marcha pelo nazismo, pelo racismo, pelo estupro, já que decidiram que a liberdade de expressão é irrestrita." No entendimento de Klein, o STF "será obrigado a voltar atrás pela pressão da população". O secretário adiantou que durante toda a semana serão realizadas atividades em praças e parques da cidade. 

Representante da Campanha Nacional contra a Legalização da Maconha, Marisa Lobo disse que a preocupação é com os adolescentes. "Ele está exposto, não tem o poder de escolher, a droga vai a ele", afirmou. "Com a legalização, haverá mais oferecimento nas portas das escolas." Para ela, a decisão do STF é uma oportunidade para colocar a discussão sobre as drogas nas ruas. "Nós queremos discutir mesmo, porque não é uma questão social ou política, mas de saúde pública e de saúde individual." 

Para amanhã está prevista nova marcha pelo centro de Curitiba, desta vez organizada por pessoas que defendem a legalização da maconha, chamada de Marcha da Liberdade. A expectativa é reunir cerca de 2,5 mil pessoas.


Marialva

Lar das Crianças de Marialva promove jantar

O Lar das Crianças de Marialva realiza um jantar na noite de hoje, 17 de dezembro, das 20:00 às 23:00 horas, na Chácara Pepinelli, com o objetivo de angariar fundos para a manutenção das atividades da entidade e posterior reforma.

O cardápio será macarronada à bolonhesa e galeto. Os ingressos já estão esgotados e espera-se um público de aproximadamente 500 pessoas.
A animação fica por conta da Banda Roda de Chimarrão.
O evento conta com o apoio do Governo Municipal de Marialva, Macarrão Floriani, Big frango, Frango granjeiro, Supermercado Nova Era, Escritório Marialva de Contabilidade e Chácara Pepinelli.
A entidade

O Lar das Crianças de Marialva foi fundado em 21 de agosto de 1976. Nesta época funcionava como Lar e Creche Municipal, onde eram atendidas 63 crianças em período integral. Não existe documentação que comprove quando a mesma deu início. A Creche deixou de funcionar no ano de 2003. Em novembro de 2007, uma nova diretoria foi eleita, se propondo a adequar o Lar aos parâmetros estabelecidos pela legislação vigente.
Criança de um ano sofre graves queimaduras em Ibiporã

Uma menina de um ano e dois meses sofreu graves queimaduras, no final da tarde desta quinta-feira (16), em Ibiporã. Uma panela com água quente e óleo que estava em cima da pia da cozinha caiu sobre o corpo dela. O incidente foi às 17h, em uma casa na rua Paranavaí, no bairro Jardim San Rafael.

A criança foi atendida pelo Siate e levada em estado grave para o hospital. Ela tinha queimaduras de 1º grau na face, crânio e pescoço; e de 2º grau no dorso, tórax e braços.

A menina estava consciente durante o atendimento, mas sentia muitas dores. O estado de saúde dela inspira muito cuidado.

Mãe e filha morrem em incêndio no interior do Paraná

Um incêndio fez duas vítimas fatais na última quinta-feira (16) em Santa Mariana, município a 16km de Cornélio Procópio. Segundo informações da Polícia Militar, uma equipe chegou à casa das vítimas por volta das 10h e constatou um início de incêndio em um dos quartos da residência.

Duas mulheres, mãe e filha, de 93 e 69 anos foram encontradas já em estado de óbito pela empregada, que estranhou a demora das duas para acordar e resolveu entrar no quarto.

Elas teriam morrido por asfixia por inalar muita fumaça. O fogo teria começado em um colchão. A polícia investiga as causas do incêndio.