Postagens

Mostrando postagens de Setembro 6, 2011
Sarandi
Prefeitura dá 100% de desconto nos juros Para pagamento de tributos atrasados
A Prefeitura Municipal de Sarandi lançou no último dia 26 de agosto o Programa de Recuperação Fiscal o Refis, Lei complementar nº 257 de 08/08/2011 aprovada pela Câmara Municipal de Sarandi. A intenção da prefeitura é facilitar o pagamento para o munícipe que está em divida com o município. Débitos com Imposto Predial Territorial Urbano, (IPTU), Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza, (ISSQN) Alvará e Autos de Infração.
Segundo o Prefeito Carlos Alberto de Paula Junior, o valor dos impostos atrasados é de cerca de R$15 milhões. “Nós queremos dar a oportunidade das pessoas que não tiveram condições de quitar os seus débitos, que possam fazer agora. Os moradores estão aderindo ao programa, estão parcelando suas dívidas, muitos estão pagando a vista, com a certeza que este dinheiro será revertido em benefico para todos. São mais escolas, mais postos de saúde, mais creches, mais recapeamento, e se Deus…
Reviravolta
Paiçandú vai continuar com 9 vereadores
A Câmara de Vereadores de Paiçandu pode continuar com 9 vereadores a partir da próxima eleição, ao contrário do que parecia até poucas horas atrás, já que na sessão da semana passada o resultado da votação foi de 6 a 1 por aumentar para 13.
No decorrer da semana passada o presidente Carlos César Martins, o Carlinhos da Creche, disse a este blogueiro que o resultado não restava definido, mas era difícil acreditar, pois o resultado da primeira votação parecia que os vereadores estavam dispostos a elevar para 13 cadeiras.
Nesta segunda-feira houve uma reviravolta protagonizada pelo vereador Milson Tancredo, que desta vez preferiu votar para que continuem apenas 9 cadeiras na Câmara de Paiçandu e esse voto foi decisivo.
Com Tancredo votou a vereadora Eliana Fuzari, que na semana passada foi o único voto para manter o número atual de cadeiras. Também o petista Osvaldo Marinho, que na semana passada absteve-se de votar, agora votou com Eliana e…
Justiça argentina anula casamento após mulher permanecer virgem por 5 anos

Um tribunal da cidade de Rosário, na província argentina de Santa Fé, anulou um casamento ao se constatar, clinicamente, que a esposa continuava virgem, após cinco anos de casada.
O Tribunal da Família disse à "BBC Brasil" que a Justiça atendeu ao pedido feito pela esposa, que argumentou querer ter filhos e que desta maneira "não seria possível construir uma família".
A decisão foi tomada em julho, mas divulgada somente na semana passada. Na decisão judicial de quatro páginas, a esposa foi identificada pelas iniciais D.M.C e o marido como D.C.S.
D.M.C. contou ao juiz que conheceu o marido em 1998 e que lhe disse que queria casar virgem, por questões religiosas.
O então futuro marido aceitou o pedido e o casamento ocorreu em abril de 2005. Ela declarou à Justiça que quase quatro anos mais tarde, em novembro de 2008, não tinham feito sexo e deixaram de dormir juntos. Impotência Na ação, a mulher decl…
Maringá
Emenda propõe Câmara com 23 vereadores

Quando a Câmara votar o aumento de vereadores, em primeiro turno, a proposta de 21 cadeiras não será a única opção. Ontem, Manoel Sobrinho (PC do B) apresentou emenda que eleva o número de cadeiras de 15 para 23 – limite para o Legislativo maringaense. A questão deve ser votada já na terça-feira que vem e, obtendo o mínimo de 10 votos (2/3 da Casa) seguirá para o segundo turno.
Autor da proposta protocolada anteriormente, que prevê o aumento para 21 cadeiras, John Alves (PMDB) espera que novas emendas sejam apresentadas. "Pode ter certeza que ainda teremos propostas para manter os 15 e até para reduzir para 9", diz. Segundo ele, as emendas serão apreciadas, em primeiro turno, juntamente com a proposta inicial.
"Se alguma emenda for aprovada, vota-se o projeto original com as modificações previstas nessa emenda. Se nenhuma for aprovada, vota-se o texto original", esclarece.
Para ir a segundo turno – em emendas à Lei Orgânica…