sábado, 5 de novembro de 2011

Trânsito já causou mais de 40 mil mortes no País


Dados do Ministério da Saúde divulgados nesta sexta-feira (4) apontam que 40.610 pessoas morreram em acidentes de trânsito no Brasil em 2010, sendo que 25% delas foram vítimas de ocorrências com motocicletas. De 2002 a 2010, a quantidade de óbitos em acidentes com motos quase triplicou no País, saltando de 3.744 para 10.143 mortes.
"Os números revelam que o país vive uma verdadeira epidemia de lesões e mortes no trânsito", alertou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Segundo ele, a Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que o Brasil ocupa o quinto lugar em ocorrências como essas, atrás apenas da Índia, China, Estados Unidos e Rússia.

Para o ministro, a decisão do Supremo Tribunal Federal de considerar que dirigir bêbado, mesmo sem causar acidente, é crime, pode contribuir para a melhora dessas estatísticas no trânsito.
De acordo com o Sistema de Informações de Mortalidade (SIM), entre 2002 e 2010, o número total de óbitos por acidentes com transporte terrestre cresceu 24%: passou de 32.753 para 40.610 mortes. Entre as regiões, o maior porcentual de aumento na quantidade de óbitos nesse período foi registrado no Norte (53%) seguido do Nordeste (48%), Centro-Oeste (22%), Sul (17%) e Sudeste (10%).
Internações - De acordo com Padilha, houve uma queda na proporção entre mortes em acidentes e internações. Em 2010, foram contabilizadas 145 mil internações no Sistema Único de Saúde (SUS) causadas por acidentes, 15% a mais do que em 2009. Isso representou um investimento de R$ 190 milhões só em procedimentos específicos. No período, houve um aumento de 8% no número de óbitos.
Motos
Em nove anos, os óbitos ocasionados por ocorrências com motos mais que triplicaram na Região Sudeste, saltando de 940, em 2002, para 2.948, em 2010, um crescimento de 214%. Os óbitos cresceram 165% no Nordeste, 158% no Centro-Oeste, 147% no Norte e 144% no Sul.
Os números do primeiro semestre de 2011 apontam que houve 72,4 mil internações de vítimas de acidentes de trânsito. Desse total 35,7 mil eram vítimas de moto, o que representa quase 50%.
Ações

Os ministérios da Saúde e das Cidades assinaram, em maio deste ano, o Pacto Nacional pela Redução dos Acidentes no Trânsito - Pacto pela Vida. A meta é estabilizar e reduzir o número de mortes e lesões em acidentes de transporte terrestre nos próximos dez anos, como adesão ao Plano da Década de Ações para a Segurança no Trânsito 2011-2020, recomendação da Organização das Nações Unidas (ONU), com a coordenação da Organização Mundial da Saúde (OMS).


Deputado Nishimori traz recursos para Sarandi

O Deputado Federal Luiz Nishimori, (PSDB), esteve nesta sexta-feira (4) em Sarandi, reunido com o Prefeito Carlos Alberto de Paula Junior. Nishimori veio trazer recursos para o município.

Os R$ 132.000,00, (Cento e trinta e dois mil reais) são da cota do parlamentar, e devem ser utilizados para a compra de um micro-onibus. Nishimori parabenizou a administração de Carlos de Paula. ”Independente de partido político, nós queremos servir os municípios, principalmente porque vemos que Sarandi esta mostrando a sua força, pela soma das pessoas que trabalham aqui. Tenho um bom relacionamento com o governo do estado, e sei que isto me permitirá trazer mais recursos para a cidade”, falou o Deputado.

Segundo o prefeito Carlos de Paula, os recursos serão usados para dar seqüência ao plano de renovação de toda a frota de transporte para da Educação. “Nós estamos conseguindo renovar toda a frota de ônibus da educação de Sarandi. Nossas crianças eram transportadas sem nenhuma segurança em veículos sucateados, hoje o que vemos é um transporte de qualidade, e vamos continuar comprando novos ônibus até que todos sejam substituídos, esta é a meta da nossa administração”, explica o prefeito. 

Com informações Assessoria de Comunicação
JAIR CARNEIRO É O NOVO CHEFE DE GABINETE DO PREFEITO CARLOS DE PAULA

O prefeito de Sarandi, Carlos de Paula Junior (PDT), confirmou hoje que terá novo chefe de gabinete a partir de janeiro de 2012: seu ex-assessor Jair Carneiro vai assumir o cargo, que hoje é ocupado pelo vereador licenciado Luiz Aguiar. Carneiro, que já presidiu o PTB, teve o nome ventilado para assumir a Ciretran daquela cidade e foi também assessor de Valter Volpato (PSDB), considerado o principal obstáculo político às pretensões do atual prefeito.

Outro reforço da equipe administrativa de Carlos de Paula é Nelson Messias Junior, ex-assessor do deputado federal Odílio Balbinotti e ex-secretário municipal em Sarandi, responsável agora pela área de projetos.   Fonte; Angelo Rigon