Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 23, 2011
Imagem
Imagem
Prefeitura de Sarandi entrega viaturas para a Guarda Municipal


A Prefeitura Municipal de Sarandi nesta sexta-feira (23) de dezembro as viaturas da Guarda Municipal de Sarandi. E a Câmara Municipal de Sarandi devolveu aos cofres públicos, R$ 700 mil reais, valor que sobrou do orçamento do Poder Legislativo durante o ano de 2011.
Estiveram presentes a solenidade, o Prefeito Municipal, Carlos Alberto de Paula Junior, vereadores, secretários municipais, diretores e servidores públicos. Representantes do Corpo Bombeiros, Polícias Militar e Civil, Deputado Federal Edmar Arruda, representante do Deputado Estadual Dr. Batista, Pedro Mem, Nelson Basot, presidente do Conselho de Segurança, e representantes da Guarda Municipal de Arapongas e autoridades locais.


O Capitão Radamés da Policia Militar, falou da importância da criação da Guarda Municipal para Sarandi. “As pessoas já estão sentindo as mudanças, na cidade e com a Guarda o trabalho vai melhorar de forma geral. Se o presente for bem resolvi…
Salário mínimo será de R$ 622 em janeiro
A presidente Dilma Rousseff assinou nesta sexta-feira (23) o decreto que prevê salário mínimo de R$ 622 a partir de janeiro de 2012. A decisão deve ser publicada no "Diário Oficial da União" no início da próxima semana.
Desde o segundo mandato do presidente Lula, os reajustes anuais do mínimo têm seguido uma fórmula que combina o INPC acumulado desde o aumento anterior e o crescimento da economia do ano retrasado.
Pela legislação em vigor, o arredondamento dos valores deve ser sempre para cima. Por conta disso, havia a expectativa de que o valor pudesse ser de R$ 625.
De acordo com lei publicada no início do ano, que também estabeleceu o piso salarial brasileiro em R$ 545, essa metodologia será seguida pelo menos até 2015. Em novembro, o Supremo Tribunal Federal decidiu, por 8 votos a 2, que a definição do valor do salário mínimo por decreto é constitucional. Partidos da oposição questionaram na corte a constitucionalidade do ato.
A maioria…