Boca escura em Maringá

Um assalto a uma casa lotérica, no início da tarde desta quinta-feira (2), por pouco não terminou em tragédia em Maringá. Um policial militar à paisana impediu que o dono do estabelecimento fosse morto a tiros ao tentar impedir a fuga dos assaltantes do local. Os quatro assaltantes chegaram a lotérica, que fica na Avenida Morangueira, no Jardim Alvorada, por volta do meio-dia ocupando duas motos: uma Honda 150 e uma Twister. Os dois garupas e o condutor de uma das motos entraram no estabelecimento enquanto o quarto integrante do bando permaneceu na porta. Armados com um revólver calibre .38 e uma pistola calibre 360, eles anunciaram o assalto, renderam os clientes que estavam no local e obrigaram os funcionárioa a entregar o dinheiro que estavam no caixas. Toda a ação teria sido gravada pelo sistema de câmeras de segurança da lotérica. No momento em que o bando se preparava para fugir, o proprietário da lotérica, Mario Jaime Sutil, de 36 anos, chegou ao local e, para impedir a fuga, derrubou os dois ocupantes da Honda 150 e entrou em luta corporal. Em resposta a reação do empresário, o garupa da Twister efetuou inúmeros disparos contra Sutil. Um PM que estava na lotérica pagando contas, mesmo desarmado, saiu em defesa da vítima. Ele saltou sobre o atirador e os dois entraram em luta corporal. O assaltante acabou rendido e detido enquanto os seus comparsas conseguiram fugir. Uma equipe da Tropa de Choque do 4º Batalhão da Polícia Militar (BPM) foi acionada para atender a ocorrência e conseguiu prender mais um integrante do quarteto minutos após roubo. Dionatan Lesiuk, 20 anos, foi localizado no quintal de uma residência na Vila Esperança. Na casa mora um casal de idosos que, ao perceber a invasão, se trancou dentro de casa. Com Lesiuk os policiais apreenderam o revólver calibre e R$ 1.573,00 em dinheiro. Também foram recolhidas duas cápsulas deflagradas de pistola e as motos usadas no assalto. O assaltante que foi rendido pelo PM à paisana foi encaminhado ao Hospital Universitário (HU) com escoriações após a luta corporal entre os dois. O proprietário da lotérica também sofreu alguns arranhões na face. Por volta das 15h30, a polícia ainda realizava buscas para localizar os outros dois assaltantes. com duas pessoas presas e o dono do estabelecimento levemente ferido após entrar em luta corporal com um dos assaltantes.

 Fonte: ODiário

Comentários

As mais visitadas

Mulher é assassinada e tem galho introduzido nas partes íntimas

Polícia Rodoviaria de Iporã apreende caminhonete carregada com 11 Fuzis, condutor e carona são de Sarandi