Pedreiro encontra bolsa com R$ 30 mil e devolve ao dono em Minas Gerais

Um pedreiro de 44 anos encontrou em um matagal e devolveu ao dono uma bolsa contendo R$ 30 mil que haviam sido roubados de uma distribuidora de bebidas localizada na cidade de Paracatu (482 km de Belo Horizonte). Luzimar Andrade, que trabalha nas imediações do estabelecimento comercial, acionou a Polícia Militar mineira para a devolução do dinheiro, que seria utilizado no pagamento dos salários dos funcionários da empresa, assaltada por 4 homens armados na última segunda-feira (30). De acordo com o tenente Michael da Silva, do 45º Batalhão da PM, a polícia foi chamada ainda durante o assalto e dois suspeitos do crime foram capturados nas imediações da distribuidora. Eles teriam confessado a participação no assalto. Outros dois homens ainda são procurados. Silva afirmou que os ladrões provavelmente se livraram da bolsa com o dinheiro (em espécie e em cheques) no terreno baldio por conta de ela ter ficado pesada com o acúmulo de moedas. “Fui eu que atendi a ligação do senhor Luzimar, que trabalha próximo ao local do assalto, informando ter encontrado a bolsa. Fomos até o local e verificamos que se tratava da mesma bolsa utilizada para acondicionar o dinheiro levado da distribuidora. Ela estava muito pesada por causa das moedas, que eram muitas. Isso deve ter dificultado a fuga deles e levado ao consequente descarte do material no mato”, afirmou. Segundo ele, a ligação do pedreiro à polícia foi feita no mesmo dia do assalto. O oficial disse que a ação de Andrade foi elogiada por moradores da cidade e pelo proprietário do estabelecimento comercial, que gratificou o pedreiro com uma soma em dinheiro não revelada. “Ele disse que não hesitou em devolver o dinheiro. Em primeiro lugar, afirmou que o dinheiro não pertencia a ele e, em segundo lugar, quem o perdeu certamente estaria precisando dele. Por isso ele nos ligou relatando a intenção de entregar o dinheiro ao verdadeiro dono”, disse o tenente. Os suspeitos foram presos em flagrante e levados a uma delegacia da Polícia Civil da cidade. Posteriormente, foram encaminhados ao presídio local e estão à disposição da Justiça. Fonte Uol

Comentários

As mais visitadas

OCORRÊNCIAS DO SETOR POLICIAL EM MARINGÁ FINAL DE SEMANA

Ordem de serviço autoriza construção de uma nova Unidade Escolar Estadual em Sarandi

Sarandi concorre ao Prêmio Gestor Público Paraná