Professores da UEM põem fim à greve após assembleia nesta quinta-feira

Após assembleia realizada na tarde desta quinta-feira (23), os professores da Universidade Estadual de Maringá (UEM) decidiram por unanimidade por fim à greve iniciada em 21 de agosto. De acordo com a vice-presidente da Seção Sindical dos Docentes da UEM (Sesduem), cerca de 400 professores participaram da reunião. As aulas voltam normalmente nesta sexta-feira (24). A informação foi confirmada pela vice-presidente da Sesduem, Marta Belini. A decisão foi tomada um dia após o governador Beto Richa (PSDB) sancionar o projeto aprovado pela Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) que concede aos docentes das universidades estaduais reajuste salarial de 31,73%. Durante a assembleia desta quinta-feira (23), os professores decidiram, também, manter um calendário de discussões que, de acordo com Marta Belini, foi chamado de “agenda de lutas”. Segundo a vice-presidente, após o final do pagamento do reajuste, em outubro, os professores pretendem manter reuniões regulares com representantes do governo estadual para reivindicar problemas internos da UEM, como prazos de concursos e contratação de professores titulares. “Agora temos uma janela aberta para discutir nossas questões. Vamos lutar por isso”, defendeu.

Comentários

As mais visitadas

OCORRÊNCIAS DO SETOR POLICIAL EM MARINGÁ FINAL DE SEMANA

Ordem de serviço autoriza construção de uma nova Unidade Escolar Estadual em Sarandi

Sarandi concorre ao Prêmio Gestor Público Paraná