dosa morre após receber café com leite na veia

A prefeitura de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, abriu sindicância administrativa para esclarecer a morte de Palmerina Pires Ribeiro, 80 anos, no Posto de Atendimento Médico (PAM) do município, que teria recebido café com leite na veia no domingo. Segundo a família da idosa, o café com leite teria sido injetado por engano por uma estagiária de enfermagem. A prefeitura disse que a estagiária e as enfermeiras supervisoras de estágio e de plantão na unidade de saúde foram afastadas de suas funções. O caso foi registrado no 64º Distrito Policial, em Vilar dos Teles. No fim de setembro, a polícia abriu inquérito para investigar a morte da aposentada Ilda Vitor Maciel, 88 anos, que teve sopa aplicada na veia em vez de medicação, na Santa Casa de Barra Mansa, também no Rio de Janeiro.

Comentários

As mais visitadas

OCORRÊNCIAS DO SETOR POLICIAL EM MARINGÁ FINAL DE SEMANA

Ordem de serviço autoriza construção de uma nova Unidade Escolar Estadual em Sarandi

Sarandi concorre ao Prêmio Gestor Público Paraná