quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Prefeito ouve moradores do Novo Panorama

O Prefeito Carlos Alberto do Paula Junior esteve na terça-feira, 14 de fevereiro em uma reunião com moradores do Jardim Novo Panorama. Estiveram presentes o Chefe de Gabinete, vereador licenciado Luiz Carlos Aguiar, vereadores e o superintendente da Autarquia Águas de Sarandi, Valdir Silva.

Durante a reunião foram tratados assuntos referentes à pavimentação do bairro. De Paula explicou que o asfalto não terá custo para os moradores e começara a ser feito ainda este mês. As tubulações que distribuem água serão trocadas, e a iluminação será rebaixada para dar maior segurança para os moradores.

O Prefeito vai atender ainda uma reivindicação dos moradores que entregaram um abaixo assinado pedindo a instalação de uma Academia da Terceira Idade, (ATI).





Com informações: Assessoria de Comunicação de Sarandi
Duas adolescentes são encontradas mortas em bosque de Campo Mourão

Duas adolescentes foram encontradas mortas por volta da 1h40 desta quinta-feira (16) em um bosque do Jardim Cidade Nova, em Campo Mourão, no Noroeste do Paraná. Segundo a Polícia Militar (PM), as vítimas foram localizadas após denúncia anônima que relatava uma suposta briga.

Como a pista de caminhada do Cidade Nova se estende por toda a quadra da Rua Engenheiro Mercer, a polícia vistoriou o local por quase meia hora, até que encontrou o corpo das duas adolescentes. Elas tinham ferimentos na cabeça e, ao redor dos corpos, havia várias pedras de grande porte, o que aumenta a suspeita de que elas foram assassinadas.
Segundo a PM, as duas adolescentes não estavam com nenhum documento de identificação quando foram encontradas. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Campo Mourão.
Policiais civis aprovam indicativo de greve no Paraná


Policiais civis do Paraná decidiram, em assembleia realizada na noite de quarta (15), realizar operações-padrão imediatamente e enviar comunicado às autoridades de que entrarão em greve em 48 horas após a notificação. "Negociamos por um ano e o que nos foi apresentado é um desrespeito, é inaceitável", disse o presidente do Sindicato das Classes Policiais Civis do Paraná (Sinclapol), André Gutierrez.

Segundo ele, o salário base da Polícia Civil é de R$ 2.700. Os policiais pediam um salário inicial de R$ 5.750. No entanto, a tabela oficial apresentada traz o valor de R$ 3.400. "A tabela dá um pequeno ganho apenas para alguns policiais de quinta classe", acentuou Gutierrez. "Nós dissemos que daquela forma nem pegaríamos uma cópia para apresentar na assembleia." O governo deve mandar a tabela até o dia 1º de maio para a Assembleia Legislativa. "Pedimos que melhore, e muito", acentuou o presidente do Sinclapol.

Em uma assembleia bastante inflamada, com mais de 300 policiais presentes (há aproximadamente 4 mil no Estado), a proposta de operação-padrão e greve em 48 horas foi aprovada com unanimidade. Pelos discursos, as operações devem ter como alvo, sobretudo, bancas do jogo do bicho e locais de prostituição e de grande aglomeração de pessoas nos finais de semana. Além disso, os servidores que ficarem nas delegacias devem se ater a realizar apenas as atividades específicas da Polícia Civil ou aquelas que estão estritamente previstas na legislação. Dessa forma, não devem ser realizados, entre outros, os trabalhos de guarda e transporte de presos ou flagrantes sem ausência de delegado.