terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Esfaqueia mulher e morre ao bater moto de frente com caminhão



Um crime passional movimentou policiais de Maringá na tarde desta terça-feira (21). Segundo a Polícia Militar (PM), Abel de Oliveira, de 24 anos, teria esfaqueado a esposa por volta das 13h15, na casa onde residiam, no Jardim Piatã. Em seguida, ele teria fugido em uma Honda Biz. Ao chegar na BR-376, em Sarandi, o jovem teria entrado na contramão e batido de frente com um caminhão. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu na hora.

Conforme a PM, o esfaqueamento ocorreu na casa do casal, na Rua Gregório Moreira. Berta Lúcia Marinho Emerick, de 24 anos, teria sido golpeada na barriga, peito e braços.
Após cometer o crime, Oliveira teria fugido com sua Honda Biz. Ao chegar na BR-376, nas proximidades do cruzamento com a Avenida Londrina, em Sarandi, o jovem teria entrado na contramão e colidido de frente com um caminhão.

Oliveira morreu na hora. O corpo dele foi encaminhado ao Instituto Médico-legal (IML) de Maringá.
Berta foi encaminhada em estado grave e risco de morte ao Hospital Universitário de Maringá. O casal possui uma criança de três anos.

Fonte: Blog Mineirinho

Madrugada violenta em Maringá


A terça-feira (21) de Carnaval começou com saldo violento em Maringá. Entre a meia-noite e as 5h, dois homens foram assassinados e um outro foi baleado. Com esses casos sobe para oito o número de homicídios registrados este ano na cidade. No ano passado, no mesmo período, sete pessoas perderam a vida.


O primeiro crime da madrugada foi registrado por volta das 0h30, no cruzamento da Avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira, com a Rua Estácio de Sá, na Zona 2. Pessoas que estavam no local chamaram a Polícia Militar após Edevaldo Santiago Pires, de 29 anos, ser baleado. Eles contaram que o autor teria fugido logo após o disparo. Pires levou um tiro no peito e morreu na hora.


Horas depois, a equipe de acompanhamento velado da Polícia Militar encontrou dois jovens em uma Honda 150 de cor azul. O passageiro, Tiago da Silva de Oliveira assumiu ser o autor dos disparos.


Segundo a Polícia Militar, Tiago disse que o motivo do crime seria passional. Ele e condutor da motocicleta, Éverson de Oliveira, foram presos e encaminhados para 9ª Subdivisão de Polícia Civil. Tiago responderá inquérito pelo homicídio e Éverson por ter auxiliado na fuga.




PR-317


O segundo homicídio aconteceu por volta das 4h, na PR-317, em frente ao Race Park Maringá, na saída para Campo Mourão, onde estava acontecendo uma festa na região. Segundo a Polícia Militar, testemunhas disseram que o autor do crime chegou ao local em uma motocicleta. Ele estacionou na rodovia, desceu, foi até a vítima e realizou vários disparos.


O jovem que morreu foi atingido no rosto, no peito e na perna esquerda. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.
O criminoso fugiu de moto e até a manhã desta terça-feira não havia sido encontrado.


A vítima ainda não foi identificada, pois não portava documentos.


Segundo informações do Instituto Médico-legal (IML) trata-se de um homem branco, com cabelo preto, com idade entre 18 e 25 anos e possuía duas tatuagens, uma no braço e outra na perna. Ele estava com um tênios branco, boné azul, camiseta azul e preta e shorts branco e vermelho.




Avenida Tuiuti


Por volta das 5h ocorreu uma tentativa de homicídio em um posto de combustível localizado na Avenida Tuiuti, em frente ao Shopping Cidade, no bairro Vila Nova. Segundo a Polícia Militar, duas pessoas em uma moto Yamaha azul passaram pelo local efetuando disparos aleatoriamente. Um dos tiros teria acertado o peito de Ricardo Francisco de Oliveira, de 23 anos.


O jovem foi atendido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Universitário de Maringá, onde segue internado no pronto-socorro, sem risco de morte. Oliveira não soube dizer quem seriam os autores do crime. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

Fonte: O Diário