sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Deputado vota contra o próprio projeto na Assembleia


Com informações de Euclides Lucas Garcia:
O deputado Evandro Jr. (PSDB) conseguiu a rara proeza de votar contra um projeto de sua autoria. Aconteceu na segunda-feira passada, dia 27.
O plenário estava votando o projeto 794 de 2011, apresentado pelo tucano. No final a proposta foi aprovada por 38 a 1. O único voto contrário foi dele mesmo.
O projeto prevê índices de qualidade de serviços prestados ao cidadão. Na verdade, decide pouca coisa. A maior parte fica para regulamentação posterior do governo.
Na segunda votação, Evandro Jr. deve ter se arrependido e acabou votando a favor de si mesmo.
O projeto segue agora para sanção do governador.

Minha opinião: Santa estupidez, estamos mal mesmo de bons políticos, isso é o cúmulo do despreparo.

Deputado vota contra o próprio projeto na Assembleia


Com informações de Euclides Lucas Garcia:
O deputado Evandro Jr. (PSDB) conseguiu a rara proeza de votar contra um projeto de sua autoria. Aconteceu na segunda-feira passada, dia 27.
O plenário estava votando o projeto 794 de 2011, apresentado pelo tucano. No final a proposta foi aprovada por 38 a 1. O único voto contrário foi dele mesmo.
O projeto prevê índices de qualidade de serviços prestados ao cidadão. Na verdade, decide pouca coisa. A maior parte fica para regulamentação posterior do governo.
Na segunda votação, Evandro Jr. deve ter se arrependido e acabou votando a favor de si mesmo.
O projeto segue agora para sanção do governador.

SARANDI: NA ADMINISTRAÇÃO CARLOS DE PAULA ÍNDICE DO MOSQUITO DA DENGUE CAI PARA 0,5

A coordenação de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde de Sarandi fez o Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes Aegypti (Liraa) no município. Foi o terceiro levantamento realizado em 2012. Segundo Joeval Ferreira Machado, coordenador da dengue em Sarandi, a cidade intensificou as visitas nos domicílios, conseguindo baixar os níveis de infestação das larvas do mosquito. A Secretaria Estadual de Saúde do Paraná anunciou que 18 cidades correm o risco de epidemia, e Sarandi não está mais entre as cidades com risco de epidemia o índice de infestação foi de 0,5. Joeval conta que a situação estava critica no município porque não havia agentes trabalhando. “Nós não tínhamos pessoal trabalhando, a secretaria determina que seja feita durante o ano 6 visitas aos domicílios. A administração contratou pessoal, nós colocamos nossas equipes nas ruas e já fizemos 4 visitas nas casas, e já estamos na quinta. A maioria dos moradores estão colaborando, já entenderam que manter os quintais limpos é questão de saúde para todos. Nos casos em que a pessoa não cuida do quintal e nós encontramos as larvas do mosquito, nós notificamos o morador damos um prazo para que o quintal seja limpo e passamos o caso para a vigilância sanitária que tem o poder de multar. Agora no início do verão vamos fazer mais mutirões como fizemos no inicio e vamos visitar mais vezes as casas. A determinação da administração é manter o mosquito da dengue longe da nossa cidade. Hoje nós contamos com 50 agentes trabalhando diariamente e vamos chamar mais 6 para completar o quadro”,explicou o coordenador. Os resultados do Liraa, em Sarandi na primeira medição o índice de larvas do mosquito foi de 5,5, o segundo foi de 3,2 e o terceiro feito em julho foi 0,5, o menor já registrado no município.