Cadeias da região de Maringá vão ganhar 227 novos agentes

A Secretaria de Estado da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Seju) iniciou a contratação de 1.235 agentes de cadeia pública, sendo que 227 deles vão trabalhar nas cadeias da região de Maringá. O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira (7). Segundo o comunicado, os agentes vão substituir os policiais civis que cuidam das carceragens de 60 delegacias em todo o Paraná. Aprovados no Processo Seletivo Simplificado realizado em novembro do ano passado, eles foram contratados por um ano, com possibilidade de ampliação de contrato para até mais 12 meses. De acordo com a secretária estadual de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Maria Tereza Uille Gomes, os novos agentes passarão por um curso de capacitação e começam a trabalhar no dia 1.º de fevereiro. “Com essas contratações, vamos poder assumir as carceragens das delegacias, liberando os policiais civis para seu trabalho de investigação e combate ao crime, dando maior segurança aos cidadãos paranaenses”, declarou em entrevista para a Agência Estadual de Notícias (AEN). Para o delegado chefe da 9ª Subdivisão Policial, Osnildo Lemes, a chegada dos agentes vai melhorar o trabalho da Polícia Civil, que atualmente conta com cerca de dez pessoas responsáveis por cuidar da carceragem. “Vamos deixar de cumprir uma função que não é nossa para desempenhar o trabalho que de fato é nosso. Não há nenhum ato administrativo nos nomeando como diretores de cadeias”, declarou. Além da região de Maringá, os novos agentes vão trabalhar nas regiões de Londrina (228), Curitiba (218), Ponta Grossa (171), Cruzeiro do Oeste (160), Guarapuava (81), Foz do Iguaçu (73), Cascavel (50) e Francisco Beltrão (27).

Comentários

As mais visitadas

Mulher é assassinada e tem galho introduzido nas partes íntimas

Feto é encontrado em estação de tratamento de esgoto

PROCOM de Sarandi divulga programação e ações relacionadas a semana do consumidor