Número de homicídios cresce 23% em Maringá

Sessenta e quatro pessoas foram assassinadas durante o ano passado em Maringá. Foi o que apontou o levantamento divulgado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) na tarde desta quinta-feira (31). Segundo o relatório, o número de homicídios dolosos (com intenção de matar) cresceu 23% na comparação com 2011, quando 52 mortes foram registradas no Município. Os números não incluem as vítimas que foram mortas em confrontos com a polícia. Os assassinatos também aumentaram na região de Maringá. Nas 24 cidades que integram a 17ª Área Integrada de Segurança Pública (Aisp), o número de homicídios subiu de 130 para 166 casos, uma elevação de 27,6%. Com uma população quatro vezes menor que a de Maringá, Sarandi teve apenas cinco mortes a menos do que a sede da região. Foram 59 assassinatos em uma cidade com cerca de 83 mil habitantes. Também ocorreram homicídios em Paiçandu (20), Colorado (7), Mandaguaçu (4), Mandaguari, Marialva (3 cada), Astorga, Floresta (2 cada), Doutor Camargo e Santa Fé (1 cada). Em todo o Paraná, foram registrados 3.135 homicídios em 2012, uma média de um assassinato a cada três horas. O número alarmante chegou a aumentar 1,6% em relação ao ano interior, quando 3.085 foram vítimas de assassinato. A reportagem tentou contato com o porta-voz do 4º Batalhão de Polícia Militar, major Ademar Paschoal, e com o delegado chefe da 9ª Subdivisão Policial, Osnildo Lemes, mas eles não foram localizados para comentar o número de homicídios em Maringá e região.

Fonte: Gazeta Maringá

Comentários

As mais visitadas

CRM-PR retira indicativo de interdição ética da UPA de Sarandi

PROCON de Sarandi firma parceria com PROCON Maringá

Estudante é levado à delegacia por ato obsceno dentro de biblioteca de universidade, em Maringá