MESMO PEDINDO PERDÃO MÃE ESPANCA FILHA VIOLENTAMENTE



Um mulher de 27 anos confessou em depoimento que espancou a filha de apenas três anos de idade, informou a Titular da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), Renata Vieira, na manhã desta segunda-feira (11). A agressão, segundo a mãe, aconteceu na casa onde a família mora, no Setor Central, em Goiânia, e teria sido motivada porque a menina vomitou no chão após tomar banho e limpou com a própria roupa. A garota teve uma perfuração no intestino e está internada em estado grave. A suspeita foi presa no sábado (9) na casa de uma tia, em Inhumas, na Região Metropolitana da capital, após uma denúncia anônima. A delegada Renata Vieira contou que, após ver a filha suja de vômito, a mãe afirmou que perdeu a cabeça e bateu na criança com um cinto, no último dia 3 de março. "Depois, segundo ela, mordeu o bumbum da menina com 'força, raiva e para machucar'", disse a delegada.Após isso, a mãe, ainda transtornada, saiu para pegar um pedaço de madeira e voltar a bater na filha. A garota teria ido atrás pedindo perdão e mulher acabou a empurrando contra uma cadeira, na cozinha da casa. Depois de voltar, ela ainda agrediu a menina com a madeira. Por conta do espancamento, a menina está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Materno Infantil (HMI). Segundo o hospital, o estado de saúde dela é grave "Não sabemos se a perfuração no intestino foi em decorrência do choque com a cadeira ou dos golpes com o pedaço de madeira", explica a delegada.resultante de perigo de vida e com agravo por agredir a própria filha. Se condenada, pode pegar até oito anos de prisão. O padrasto da criança, em tese, não parece ter envolvimento com o espancamento, pois a delegada informou que ele não estava em casa no momento em que tudo aconteceu.

Fonte: G1

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse