TRE cassa candidatura de prefeita reeleita de Cambira

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) cassou, na tarde de terça-feira (5), a candidatura da prefeita reeleita de Cambira, Neusa Bellini (PSDB). Ela foi condenada pela captação ilícita de votos nas últimas eleições, pois teria oferecido o pagamento de combustível em troca de apoio político. O marido de Neusa Bellini e ex-prefeito da cidade, Sidnei Bellini, afirma que ela vai recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Esse fato [o pagamento de combustível] foi apresentado nas prestações de contas eleitorais e foi aprovado na época. Não entendo por que, agora, isso foi questionado.” Reeleita em outubro do ano passado com 54,14% dos votos válidos, Neusa Bellini não pôde assumir o cargo porque foi condenada em 4 de dezembro de 2012, pelo juiz Marcos Roberto Araújo dos Santos, da 150ª Zona Eleitoral de Apucarana, pelo mesmo motivo. Desde 1º de janeiro, o cargo de prefeito é ocupado pelo presidente da Câmara Municipal de Cambira, Maurílio dos Santos (PRB), integrante da coligação Cambira cada vez melhor, que elegeu Neusa. Santos diz que aguarda o novo recurso e a decisão do TSE para verificar se será necessário convocar uma nova eleição. “Até lá, governo a cidade da melhor maneira possível.” O marido de Neusa, Sidnei Bellini, diz acreditar que, caso seja necessária uma nova eleição, o grupo político eleito deve ser novamente eleito.


Fonte: Gazeta Maringá

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse