quinta-feira, 7 de março de 2013

TRE cassa candidatura de prefeita reeleita de Cambira

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) cassou, na tarde de terça-feira (5), a candidatura da prefeita reeleita de Cambira, Neusa Bellini (PSDB). Ela foi condenada pela captação ilícita de votos nas últimas eleições, pois teria oferecido o pagamento de combustível em troca de apoio político. O marido de Neusa Bellini e ex-prefeito da cidade, Sidnei Bellini, afirma que ela vai recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Esse fato [o pagamento de combustível] foi apresentado nas prestações de contas eleitorais e foi aprovado na época. Não entendo por que, agora, isso foi questionado.” Reeleita em outubro do ano passado com 54,14% dos votos válidos, Neusa Bellini não pôde assumir o cargo porque foi condenada em 4 de dezembro de 2012, pelo juiz Marcos Roberto Araújo dos Santos, da 150ª Zona Eleitoral de Apucarana, pelo mesmo motivo. Desde 1º de janeiro, o cargo de prefeito é ocupado pelo presidente da Câmara Municipal de Cambira, Maurílio dos Santos (PRB), integrante da coligação Cambira cada vez melhor, que elegeu Neusa. Santos diz que aguarda o novo recurso e a decisão do TSE para verificar se será necessário convocar uma nova eleição. “Até lá, governo a cidade da melhor maneira possível.” O marido de Neusa, Sidnei Bellini, diz acreditar que, caso seja necessária uma nova eleição, o grupo político eleito deve ser novamente eleito.


Fonte: Gazeta Maringá

Nenhum comentário: