EX-VEREADOR ZEBRÃO É ACUSADO DE DISCRIMINAÇÃO

O padre Luiz Azevedo,da Paróquia São Pulo Apóstolo de Sarandi fez um desabafo na página do Facebook, onde ele diz. “Ontem fiquei muito triste. Um casal da paróquia que tem filhos que joga futebol, foram participar em Maringá e os meninos foram discriminados por serem de Sarandi por um vereador.Na Quero ver a justiça acontecer. Pois, muitas vezes a sociedade se cala quando algumas autoridades estão a frente de alguns erros. Espero que os pais que denuncie ao juizado de menor. Discriminação de criança é crime.” O padre referia-se, na verdade, ao ex-vereador Zebrão, assessor do prefeito de Maringá, Carlos Roberto Pupin, que dirige o time do Metropolitano, que está na Segunda Divisão do Paranaense. Uma testemunha que presenciou o episódio o empresário Sarandiense Leandro, dono da Empresa Lira Pet, me concedeu entrevista no meu programa de rádio na BANDA 1 AM 1090, onde relatou o corrido. 

 OUÇA AQUI A ENTREVISTA

Comentários

Anônimo disse…
Muito triste isso. Esses dias aconteceu algo parecido aqui em Sarandi, onde uma equipe de futebol da cidade de Marialva vieram participar de um amistoso em nossa cidade, e em uma situação parecida com essa relatada na entrevista, aconteceu um desentendimento com as torcidas, e os visitantes de Marialva se referiram aos sarandienses de " povinho" e em determinado momento falaram assim: " Peguem esses carrinhos de vocês e vão embora!. Lamentavel. Nao estava presente, mas minha amiga presenciou tudo. Acho que deveriam ter feito Boletim de Ocorrencia.

As mais visitadas

CRM-PR retira indicativo de interdição ética da UPA de Sarandi

Semana Jurídica em Sarandi

CEMEI de Sarandi realiza evento cultural em comemoração ao dia das crianças