APÓS IR AO DENTISTA E RETIRAR DENTES JOVEM ACABA MORRENDO

A cozinheira Suely Vita de Oliveira está pedindo ajuda da Polícia Civil para apurar as circunstâncias da morte do filho, Fernando de Oliveira Marques, 23 anos. O rapaz morreu dia 30 de junho, em decorrência de um quadro grave de infecção bacteriana, supostamente ocasionada após uma extração dentária. A cozinheira suspeita que a infecção tenha ocorrido por uma falha da dentista responsável pelo procedimento. Na denúncia registrada na tarde de terça-feira, Suely relatou que o filho procurou atendimento odontológico dia 19 de junho para retirada de dentes do siso. Segundo ela, após o procedimento, a dentista teria receitado um analgésico. No dia seguinte, após reclamar de fortes dores, o rapaz teria ligado para a dentista e foi orientado a retornar à clínica para avaliação. "Como estava com muita dor, ele preferiu ir a um posto de saúde, onde foi medicado com soro e analgésico." Ainda de acordo com a cozinheira, após 3 dias de atendimentos na UPA Zona Norte, Marques passou a apresentar inchaço em todo o rosto, além de quadro infeccioso. Ele foi transferido para o Hospital Universitário (HU). Exames confirmaram que a infecção já havia chegado ao pulmão. Após permanecer em coma induzido, Marques não resistiu. Em nota,a dentista citada pela cozinheira confirmou que Marques se submeteu a procedimento para duas extrações de 3º molar, mas que as extrações foram feitas de forma simples (não cirúrgica) e sem complicações. "O paciente foi devidamente orientado sobre os cuidados pós-operatórios e recebeu o tipo de medicação adequada", diz a dentista, acrescentando estar à disposição das autoridades para esclarecer o ocorrido.

Fonte: O Diário

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse