Cida Borghetti não é mais do PP


A deputada federal de Maringá Cida Borghetti está deixando o Partido Progressista (PP) para assumir a presidência do Partido Republicano da Ordem Social (Pros) no Paraná. A confirmação foi dada nesta quarta-feira (2), após o site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ter publicado a provisória da nova sigla.Em nota, Cida informou que o partido montará chapa própria nas eleições para deputado estadual e federal e que deve ter candidatos a governador e senador em 2014. “Todas as experiências adquiridas serão levadas a esse novo desafio de presidir um partido que acaba de nascer. Tenho uma história de sucesso dentro do Partido Progressista que sempre levarei comigo”, declarou em comunicado divulgado para a imprensa. A presidente do Pros informou que aguarda a adesão de muitas lideranças, prefeitos e centenas de vereadores nos próximos dias. O prazo para quem deseja se filiar na nova legenda e concorrer na eleição do ano que vem termina no próximo dia 5. Cida Borghetti foi a quinta deputada federal mais votada no Paraná em 2010, com 147.910 votos, melhor resultado entre os candidatos do PP ao cargo. Ainda foi deputada estadual por dois mandatos e é mulher do secretário de Estado de Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, Ricardo Barros, que também é tesoureiro nacional do PP. A reportagem tentou contato com Cida, mas a informação é de que ela não poderia atender a imprensa na tarde desta quarta. No entanto, a assessoria da deputada informou que a saída do PP ocorreu de forma amigável e sem rupturas. Deputada volta para a Câmara este mês Em junho, Cida pediu licença de seu mandato de deputada federal por quatro meses para tratar de assuntos particulares. Segundo a assessoria da parlamentar, ela deve reassumir o cargo na Câmara no próximo dia 13. Enquanto isso, ela está sendo substituída por Luciano Pizzato (DEM).

Fonte: Gazeta Maringá

Comentários

As mais visitadas

GM e PM de Sarandi são ouro e prata no de Jiu-Jitsu em Curitiba