Preso em Maringá assessor do deputado Nishimori

Um assessor do deputado federal Luiz Nishimori (PSDB) foi preso acusado de peculato – apropriação indevida de bens e recursos públicos -, na tarde desta segunda-feira (14), na 9ª Subdivisão Policial (9ª SDP) de Maringá. Luis Fernando da Silva foi preso ao tentar registrar um Boletim de Ocorrência no local para informar o extravio de documentos pessoais. No entanto, a polícia verificou que havia um mandado de prisão em aberto contra ele. “É de praxe que haja a consulta sobre a situação criminal de quem faz o BO e do possível acusado de um crime”, explicou o delegado-chefe da 9ª SDP, Sérgio Barroso. Segundo o delegado-chefe, havia um mandado de prisão contra Silva expedido em 2012 pela juíza Kelly Sponholz, da Comarca de Astorga. No entanto, ele afirmou que não tinha detalhes sobre a prisão porque estava em Curitiba até o início da noite desta segunda-feira (14). Até o mesmo horário, a Polícia Civil informou que Luis Fernando da Silva estava preso na carceragem da 9ª SDP, em Maringá, e que ele deveria ser transferido para a Delegacia de Astorga em breve. No entanto, Polícia Civil de Astorga disse não ter sido informada da prisão de Silva até as 20 horas desta segunda-feira (14). A assessoria de imprensa do deputado federal Luiz Nishimori não foi localizada até o mesmo horário. Nesta segunda-feira (14), o deputado cumpria agenda oficial, ao lado de representantes da Prefeitura de Maringá, no Japão.

Comentários

As mais visitadas

Mulher é assassinada e tem galho introduzido nas partes íntimas

Feto é encontrado em estação de tratamento de esgoto

Sem cueca e usando saia, homem mostra pênis para adolescentes