Jovem moradora de Sarandi é presa ao tentar entrar no minipresídio de Maringá com droga na vagina

De acorco com matéria publicada no jornal O Dário, uma jovem de 23 anos foi presa no fim da manhã desta quinta-feira (21), com 45 gramas de maconha na vagina. Segundo a Polícia Civil, ela tentava entrar com a droga no minipresídio da 9ª Subdivisão Policial de Maringá (SDP). A droga estava embrulhada em uma sacola plástica e foi descoberta quando Lilian Nascimento do Amaral passou pela revista íntima - procedimento padrão aos visitantes do minipresídio. Lilian, que está gravida de sete meses, recebeu voz de prisão por tráfico de drogas. Ela tentou se livrar da acusação alegando que pretendia fumar a droga com o marido - que está preso justamente por tráfico - no pátio da delegacia. Para visitar o marido na 9ª SDP, a jovem deixou as três filhas do casal - de 2, 4 e 8 anos - sozinhas em casa, no Jardim Independência, em Sarandi. Ao ser presa, ela disse que não havia ninguém que pudesse ficar com as crianças. O fato foi comunicado ao Conselho Tutelar. Segundo a polícia, Lilian saiu da cadeia há cerca de um mês. Ela foi presa junto com o marido por suspeita de envolvimento com o tráfico. Na ocasião, os policiais encontraram uma grande quantia de drogas na casa do casal. Depois de cinco dias na cadeia, a jovem ganhou a liberdade.

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse