Nuvem gigante de poeira e ventos fortes assustam moradores de Londrina e Maringá



Uma linha de instabilidade que se formou entre o noroeste e centro do Paraná atingiu o município de Londrina na tarde de terça-feira (19). Como o sistema avançou sobre densas áreas agrícolas, onde o solo apresenta vastas regiões com terra arada, uma gigantesca nuvem de poeira encobriu parte do município, principalmente sentido Maringá. Dados de METAR do aeroporto local indicaram rajada máxima de vento de 59,3 km/h às 16h15min (Brasília-verão), o que limitou a visibilidade horizontal na pista para mil metros, apenas. Já a estação meteorológica automática mantida pelo Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) acusou rajada máxima de vento de 64 km/h. Em Maringá, dados de METAR do aeroporto local indicaram rajada máxima de vento de 68 km/h e “redemoinho de poeira”, na codificação meteorológica e aeronáutica. 

Fonte da informação: De Olho No Tempo Meteorologia

Comentários

As mais visitadas

CCJ aprova PEC que exige nível superior para cargos públicos de confiança

Motoristas de carros com câmbio automático podem ganhar CNH específica

Membros do 1º Conselho Municipal da Cultura tomam posse